Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
56 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56388 )
Cartas ( 21118)
Contos (12482)
Cordel (9833)
Crônicas (21786)
Discursos (3122)
Ensaios - (9975)
Erótico (13197)
Frases (41435)
Humor (17685)
Infantil (3603)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5445)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136898)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4473)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->AO ENCONTRO DO AMOR -- 14/08/2018 - 17:33 (valentina fraga) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Não imaginava outra coisa, ao passar naquela rua, caminho frequente, ao menos três vezes por semana, a não ser, que estarias de pé, bem ali, a me esperar.
Calcava o pé de leve no freio, pra sentir a sensação de parar o carro, e te esperar abrir a porta, para então fugirmos pra longe do mundo.
Não havia sentimento mais doido, e doído, como já dissemos um dia. Esperar pelo que não chega, ou querer o que não se tem.
Fica então, a nítida sensação, aquela, que apesar de não existir, é quase palpável.
Imaginava naquele instante, infindáveis momentos vividos. Partes de uma vida que me vinham como sopro de vida.
Sempre ouvi, que na vida não somos felizes, somos apenas participantes de momentos de felicidade, e quem for esperto, trate de memoriza-los,
para que, quando faltarem, sejam as lembranças, a melhor companhia.
Ali, embaixo de uma amendoeira, talvez, encontrava esses instantes em você. Dali, partia para concretiza-los, para então, tempos depois, ter o que lembrar.
Ali, era o ponto de partida, das tantas carícias, dos tantos olhares, de corpos atados, enroscados, em busca do êxtase, da realização do desejo que teimava em ficar.
Comentários

valentina fraga  - 15/08/2018

Adoro quando você dá um novo arranjo ao que escrevo e aos meus desejos! Beijo gostoso!!

Mauro Velasco  - 15/08/2018

No caminho, é só saber a hora.
NA hora, é só chegar.
Na chegada, é só achar a porta.
Diante da porta, é só bater.
Batendo, é só entrar.
E entrando, é só o mundo das carícias, olhares, corpos atados, enroscados, êxtase, realização, desejos, sensações... e mais... e bem mais...

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 14Exibido 146 vezesFale com o autor