Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
40 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55808 )
Cartas ( 21100)
Contos (12352)
Cordel (9725)
Crônicas (21553)
Discursos (3119)
Ensaios - (9940)
Erótico (13166)
Frases (40881)
Humor (17604)
Infantil (3595)
Infanto Juvenil (2322)
Letras de Música (5433)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136371)
Redação (2882)
Roteiro de Filme ou Novela (1045)
Teses / Monologos (2377)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4392)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Lomba voadora de Luciânus, o professor... -- 30/03/2018 - 10:26 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Lomba voadora de Luciânus, o professor...

Cansado de tanta confusão e excesso de energia dos alunos, o professor Luciânus, resolveu tomar uns vinhos condizentes ao momento. Vinhado na semana santa acordou assustado e disse aos alunos que a Globo na política defende as ideias de esquerda.
Bem, nessas alturas da etilização mental, não distinguia mais o canhoto do destro e assim tanto fazia escrever da esquerda para a direita como da direita para a esquerda. Contanto que descrevesse o estado mental regado à vinho, pois ajudaria em muito a elucidar o quadro negro da corrupção à mostra da adega. Os alunos aqui, correram para não confundir a esquerda da direita e vice versa na versalitidade que o vinho produz um ser em outro ou mesmo em dois numa só pessoa. Seria então o milagre da Santa semana ou a elucidação que às vezes, melhor não ser tão”intelectualizado” para não trocar as bolas que partem da esquerda, da direita ou mesmo do centro avante.
Cada qual com o seu vinho, a proposta do professor Luciânus, era tão somente enxergar o esquerdo no direito, por mais extrema direita que fosse a toda poderosa ação global. Pois a Globo pode até tentar ser camaleão, mas engana somente aos que deixam se etilizar. Nesses, a estilização há muito, já pereceu.
Piada da Páscoa...
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui