Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
149 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56732 )
Cartas ( 21128)
Contos (12525)
Cordel (9865)
Crônicas (21901)
Discursos (3121)
Ensaios - (10001)
Erótico (13200)
Frases (41763)
Humor (17750)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5450)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137080)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4528)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Saudades -- 25/05/2018 - 08:28 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Saudades


Sinto de tudo, um pouco. Em especial, daquele tempo em que reinava no Pilar apilado de tantas dores. A lagoa Menina Manguaba a recepcionar os desejos tantos de meninos e meninas na brincadeira de banhos quase intermináveis. Saudades dos instantes de brincadeira na beira da lagoa Menina que reinava no mundo de sustentabilidade e o progresso não tinha tanta importância. Mangues e árvores no entorno da Menina Manguaba, hoje mãe sem poder carregar no leito, seus filhos agonizantes. Filhos do progresso sem limites, impondo limites na vida. Vida que guarda lembranças de uma existência da divindade mãe natureza Manguaba, que agora deságua o lixo dado como presente pelo senhor progresso. Chora menino e menina, sem espaço para reinar no conto da natureza em extinção.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui