Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
110 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56594 )
Cartas ( 21127)
Contos (12497)
Cordel (9854)
Crônicas (21848)
Discursos (3121)
Ensaios - (9994)
Erótico (13199)
Frases (41604)
Humor (17726)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137015)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4492)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->A Essência do Escritor -- 29/05/2018 - 17:58 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA (marceloosouzasom@hotmail.com) zap 71-992510196) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A Essência do Escritor


Muitos quando descobrem que sou escritor, perguntam qual livro a gente lançou, esquecendo que no Brasil de hoje não é nada fácil ter essa ocupação, pois de pronto, profissão, vivendo somente de escrever - que seria uma maravilha – é muito difícil.
O escritor no geral é um sonhador, tem sua mente ocupada sempre com um novo texto, uma nova aventura, a gente está sempre voltado para as peculiaridades de como poderia construir uma nova ideia, um novo poema, tudo isso dá assunto.
Nessa ocupação exuberante, muitas vezes pode faltar fôlego, pois é muito difícil o mercado editorial no Brasil, já pensou pagar para publicar seu livro? Patrocinadores não existem, tudo é uma grande dificuldade.
Com a ascensão da tecnologia, melhorou muito a divulgação do nosso trabalho, contudo ainda estamos estagnados quanto a real valorização, pois permanecemos sempre impedidos de exercer nosso grande dom, de eternizar a nossa cultura, somente por causa da desvalorização.
Não temos aqui na nossa região - para não falar das outras - uma livraria do autor, para que possamos pelo menos sonhar em vender o nosso livro, que deverá ser custeado por nós também.
Somos escritores; vendedores; marqueteiros, dos bons; nos transformamos em tudo para que possamos realizar o nosso sonho, apenas de publicar e sermos valorizados pelo nosso trabalho.
A nossa jornada é longa e cansativa, mas o verdadeiro escritor não desiste, ele sempre está à espreita de uma nova oportunidade de publicar, onde temos que rotineiramente nos esperar em participar de todos os eventos virtuais e presenciais, concorrendo em concurso literário, principalmente, pois se não nos pusermos frequentemente à prova, estaremos fadados ao fracasso.
Depois de todos essas provações, que teremos obrigatoriamente que passar, começaremos ser um pouco reconhecidos, isso demanda anos, muitos entre nós dizem que o reconhecimento vem após a morte, outros dizem que somente na terceira idade, depois de muita luta, mas o que eu tenho certeza, é que: - Quem é escritor de verdade não desiste, na primeira, segunda, ou terceira idade. Pois isso faz parte da nossa essência, fácil ou difícil isso somos nós e quando desistimos de escrever, no íntimo, desistimos de nós mesmos.


Marcelo de Oliveira Souza,IwA


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui