Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
121 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56124 )
Cartas ( 21113)
Contos (12444)
Cordel (9801)
Crônicas (21706)
Discursos (3120)
Ensaios - (9953)
Erótico (13192)
Frases (41216)
Humor (17643)
Infantil (3599)
Infanto Juvenil (2327)
Letras de Música (5440)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136697)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2379)
Textos Jurídicos (1914)
Textos Religiosos/Sermões (4462)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Amor, perfume que se espalha! -- 02/06/2018 - 10:36 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA (marceloosouzasom@hotmail.com) zap 71-992510196) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Amor, Perfume que se espalha!



Nos dias de hoje, a situação está difícil para todo mundo, cada um centrado em seus problemas, onde esquece que a nossa sociedade é uma extensão de nós mesmos.

Como aqui na Terra ninguém é perfeito, estamos nos trabalhando para aprimorarmos a nossa alma e nos desenvolvermos como pessoa, temos que estar atentos e responder com sobriedade a todas as vicissitudes pela qual passamos, cada dia é uma lição de vida, um aprendizado, nessa Escola temos que trabalhar muito a compreensão, a solidariedade, sabendo-se que não é fácil desenvolver esses pensamentos diante de outras pessoas que tem mais problemas que você, contudo, precisamos disseminar o amor, da melhor forma possível, a competição existe em cada esquina da nossa sociedade, onde necessitamos competir pela nossa subsistência, aceitando o outro, principalmente os que nos rodeia, com mais compreensão e carinho.

Muitas vezes vivemos num prédio ou numa rua onde nunca cumprimentamos o nosso vizinho, são muitos anos, no entanto temos como nossos amigos virtuais os melhores, perdendo a chance de conviver e interagir com pessoas no mundo real.

O medo do outro nos tornou assim, pois o virtual, parece que não existe e se aparecer um problema é facilmente deletado da sua agenda, enquanto o nosso vizinho do mundo real não pode ser apagado.

Assim estamos transformando a nossa conduta de egoísta, para introspectivos e antissociais, esquecendo que a linguagem do amor é a única, vamos tentar aceitar os outros como são, derramando amor e energia positiva, dando o primeiro passo, amar não custa caro, amar é o maior presente que Deus nos deu, resta-nos agora multiplicar.

Marcelo de Oliveira Souza,IwA
Dr Honoris Causa em Literatura
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui