Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
57 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56313 )
Cartas ( 21150)
Contos (12562)
Cordel (9931)
Crônicas (22048)
Discursos (3130)
Ensaios - (9098)
Erótico (13315)
Frases (42740)
Humor (18168)
Infantil (3687)
Infanto Juvenil (2483)
Letras de Música (5460)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137622)
Redação (2903)
Roteiro de Filme ou Novela (1050)
Teses / Monologos (2384)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4589)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Eu Não Caio na Farsa de Namoro -- 27/07/2018 - 22:08 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Eu Não Caio na Farsa de Namoro
Namoro é atitude de adolescente sonhadora e irresponsável.
Eu não caio mais nesta. Pois sei que os homens usam a desculpa do namoro para cometer crimes como: estupros, roubos e golpes de estelionatos. Muitos se fazem de apaixonados para, na primeira oportunidade, fazer sexo forçado e retirar objetos da mulher.
Hoje, se um homem me pedir em namoro, eu dou um soco na cara.
Graças a Deus, sempre fui modesta e nunca deixei homem nenhum abusar de mim.
Em 1996, sofri assédio de um colega de faculdade que me deixou traumas até hoje. Ainda bem que o Poder Superior me protegeu e não ocorreram violências físicas. Pois sempre tive medo de ficar, em lugar isolado, sozinha com um homem. A sorte é que fui forte e não tive nenhum relacionamento com a criatura.
Meu sonho é viver solteira com animais de estimação.
Quando o juízo chega, o romantismo vai embora.
Luciana do Rocio Mallon




Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui