Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
141 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57038 )
Cartas ( 21138)
Contos (12550)
Cordel (9897)
Crônicas (21965)
Discursos (3125)
Ensaios - (10063)
Erótico (13239)
Frases (42236)
Humor (17928)
Infantil (3638)
Infanto Juvenil (2392)
Letras de Música (5453)
Peça de Teatro (1313)
Poesias (137392)
Redação (2894)
Roteiro de Filme ou Novela (1050)
Teses / Monologos (2382)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4545)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Soldado Miguilim -- 13/11/2018 - 20:42 (Adalberto Antonio de Lima) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Soldado Miguilim
 
 
No tempo de caserna, tendo recebido uma voz de comando absurda, como por exemplo: "descansar, marche..." sem antes passar pela posição de sentido, o soldado Miguilim não cumpriu a ordem e quase foi atropelado, enquanto todo o pelotão assumia automaticamente a posição de sentido e em seguida, pôs-se em marcha.
 
- Alto!    disse o comandante.
 
Todos pararam inclusive Miguilim - ainda meio embaralhado...
 
Soldado Miguilim, sentido... esque-er-da, volver... um passo à frente!
 
Foi assim com cara de mau que o comandante indagou; "por que o senhor não cumpriu a primeira voz de comando?"
 
- Porque a ordem foi dada de forma errada.
 
-Se todos estiverem errados e apenas um estiver certo, o certo está errado. Soldado Miguilim, em forma! Pelotão, sentido! Pelotão marche!
 
Agora sim, a ordem foi dada em sentido lógico e ouviu-se no contingente o som abafado de risadas. Alguém sabia que o soldado estava certo: não se pode puxar as rédeas de um cavalo e querer que ele saia correndo.
 
Os exercícios de ordem unida continuaram : “ Se um soldado está em forma e for atingido por um besouro mangangá, pode escorrer fita de sangue, mas o bom soldado não se mexe, nem faz cara feia.    Soldado fechado é uma coco, aberto é um porco. Peito pra fora, barriga pra dentro... um... dois... três...”
 
 
 
 
Publicado no site: O Melhor da Web em 22/09/2009

 
Adalberto Lima
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 2Exibido 18 vezesFale com o autor