Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
128 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56713 )
Cartas ( 21128)
Contos (12517)
Cordel (9864)
Crônicas (21893)
Discursos (3121)
Ensaios - (10001)
Erótico (13200)
Frases (41707)
Humor (17749)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137074)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4520)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O Dia Em Que Tentaram Levar um Idoso Pensando Que Era Boneco -- 01/12/2018 - 16:19 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O Dia Em Que Tentaram Levar um Idoso Pensando Que Era Boneco de Papai Noel
O Natal se aproxima e, infelizmente, junto com ele vem o aumento da violência. Nesta época do ano aumentam práticas criminosas como: sequestros relâmpagos nas saídas de bancos, mãos leves que batem as carteiras e roubos das sacolas de compras por trombadinhas. Porém um crime diferente aumentou nestes dois últimos meses: o roubo de enfeites natalinos externos.
Vejo vários depoimentos de vítimas disto, diariamente, nas redes sociais. Semana passada conversei, no ônibus, com uma senhora que as câmeras de segurança, da sua casa, filmaram um rapaz roubando o pisca-pisca do seu pinheiro no jardim.
Também conversei com comerciantes que colocam bonecos do bom velhinho nas portas de suas lojas. Eles relataram que estes bonecos são mais econômicos do que contratar um Papai Noel de carne e osso. Mas confessaram que já tentaram roubar estes São Nicolaus grandes de brinquedo.
Porém com uma conhecida aconteceu um caso curioso:
A moça resolveu fazer o ensaio de um espetáculo de Natal em sua casa. Então ela vestiu seu avô, que tem dificuldades de locomoção e pele albina, de Papai Noel. Assim, quando a noite chegou, o idoso foi descansar na cadeira de balanço que fica na varanda em frente ao jardim. De repente uma caminhonete parou, dois rapazes desceram do carro, se aproximaram do ancião que dormia e um deles falou:
- Vamos roubar este Papai Noel e coloca-lo na caminhonete!
O comparsa completou:
- Um enfeite de Papai Noel destes deve valer uma nota. Deste jeito podemos vender nas redes sociais.
Naquele mesmo instante, o idoso acordou e gritou:
- Socorro!
Um dos bandidos exclamou:
- O velho é de verdade!
Assim a neta foi para a varanda, viu os marginais fugindo e levantou seu avô que caiu no chão.
Portanto, tomem cuidado com seus enfeites externos de Natal.
Luciana do Rocio Mallon


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui