Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
38 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56743 )
Cartas ( 21160)
Contos (12583)
Cordel (10007)
Crônicas (22137)
Discursos (3131)
Ensaios - (8937)
Erótico (13379)
Frases (43222)
Humor (18341)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2602)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137961)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2388)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4730)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Os Problemas Não São as Pessoas Tóxicas e Sim as Criaturas V -- 15/01/2019 - 16:42 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Os Problemas Não São as Pessoas Tóxicas e Sim as Criaturas Viciantes
Nesta nova era, os conselhos que os gurus mais dão são:
- Cuidado com as pessoas tóxicas!
- Afaste-se das criaturas tóxicas!
Porém é fácil não gostar deste tipo de indivíduo porque ele pega no pé de muita gente sem pausa. Além de ser implicante e desagradável. Então não é difícil sentir asco por este tipo de ser.
Os problemas não são estas criaturas tóxicas e sim as pessoas viciantes.
Os seres viciantes começam conquistando pelo sorriso e ternura no olhar porque seus espíritos são regados de simpatia. Depois contam estórias magníficas que compartilham com você. Assim elas tomam conta da sua vida e quando você percebe, logo se encontra, de alguma forma, em contato com elas na maioria do tempo. Mas, de repente, surge um dia em que elas somem sem nenhuma explicação convincente com direito aos bloqueios em redes sociais. Então quando a sua pessoa corre atrás delas, estas criaturas se escondem. Só que com seus sumiços elas levaram parte de seu coração e suas esperanças. Ás vezes quando são espertas chegam até levar bens materiais.
Assim surge aquela sensação que mistura traição com saudade. Deste jeito quando você olha para o céu, vê pontos de interrogação ao invés de estrelas. Então lágrimas rolam de seus olhos. Depois vem a fase da abstinência onde entram as dores físicas, como: dores de cabeça, calafrios, calorões, tonturas e, principalmente, nó na garganta.
Desta maneira é preciso ignorar as pessoas tóxicas e tomar cuidado com as criaturas viciantes. Pois estes seres causam dependência emocional enquanto os seres tóxicos só causam repulsa. Afinal, pessoas viciantes viciam como droga, porque liberam endorfina, dopamina e ocitocina. Por isto é difícil esquecê-las depois de um sumiço longo e quase eterno.
Luciana do Rocio Mallon


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui