Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
79 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55077 )
Cartas ( 21063)
Contos (12135)
Cordel (9570)
Crônicas (21233)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13137)
Frases (39997)
Humor (17552)
Infantil (3565)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135740)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4207)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->UMA SOGRA IMORTAL (34) -- 24/03/2011 - 07:55 (ANGELA FARIA DE PAULA LIMA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
UMA SOGRA IMORTAL

Tenho duas filhas casadas, lindas e adoráveis. Mais ou menos como os filhos dos que me lêem... Mas como boa mãe, ainda acho que as minhas têm um quê que as diferenciam... para melhor! Desculpe a corujice, mas, dentro da mais alta filosofia, repito-lhes afirmação de grande “profundidade”: MÃE É MÃE!...

Ora!... Chego então à conclusão que, sendo boa mãe, devo ser de igual modo, uma boa sogra... Porém me abstenho de afirmar, pois meus genros são educados, gentis e desejo que permaneçam assim! Portanto, nada de tirar a limpo essa situação. Afinal, a dita filosofia nos diz também que SOGRA É SOGRA!... E ponto final!...

Pois bem, há seis anos escrevo meus versos. No princípio era para fazer a catarse dos meus sentimentos à medida que me organizava após uma separação matrimonial. Depois, fui gostando do que fazia, criando coragem para mostrar às amigas e a coisa foi crescendo de tal maneira, que, conta daqui, espalha-se dali, fui convidada para participar da Academia de Letras da minha cidade.

Fiquei super eufórica, como era de se esperar! E, não me contendo, liguei para minhas filhas contando a novidade. Elas se alegraram comigo e deram-me os parabéns! Ao voltar à serenidade, meu espírito altamente crítico e brincalhão, logo começou a imaginar um plano para fazer graça com os meus genros...

Liguei para eles e, a cada um, repeti a mesma fala. Inicialmente avisei que tinha duas notícias para dar e perguntei qual delas queriam ouvir primeiro – a boa ou a ruim-! Foram unânimes em escolher primeiro a boa notícia. Então lhes contei:
-Fui convidada para participar da Academia de Letras local!

Parabenizaram-me e, já conhecendo minha veia humorística, perguntaram:
-E qual é a má notícia?

Imediatamente respondi:
- A parte ruim da história é que os membros de uma Academia de Letras são Imortais! E...

UMA SOGRA IMORTAL DEVE SER UMA VERDADEIRA DESGRAÇA!

Dei até logo e nem esperei para saber a opinião deles!...
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui