Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
86 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55233 )
Cartas ( 21066)
Contos (12158)
Cordel (9594)
Crônicas (21296)
Discursos (3112)
Ensaios - (9914)
Erótico (13140)
Frases (40130)
Humor (17564)
Infantil (3567)
Infanto Juvenil (2310)
Letras de Música (5416)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135864)
Redação (2879)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4226)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->MEU CANTO! Ana Zélia -- 05/04/2012 - 10:12 (Ana Zélia da Silva) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

MEU CANTO!

Ana Zélia

Canto pra almas penadas.

Canto pra gente sem almas.

Canto num mundo vazio, distante de passados brilhantes onde as letras

diziam tudo e o canto se fazia ouvir...

Meus ídolos morreram todos...

Restou o silêncio do canto.

As badaladas dos sinos, contrariando protestos constantes...

Mataram os bem-te-vis, não se ouve mais o grito das araras,

o imitar dos papagaios. o cacarejar das galinhas, o canto do galo.

Só temos "espinhos gelados..."

Não canto, perdi a voz que vibrava ao compasso do braço,

das teclas do piano...

Morri e esqueci de partir.

Continuo vagando, tentando emitir o grito preso na garganta.

Manaus, 05 de abril de 2012.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Nota da autora- Relembrando a cantora gaúcha Berenice Azambuja que dizia: "QUERIA ATRAVÉS DO CANTO,

DIZER O QUE ALMA SENTE. EU CANTO MAS NÃO CONSIGO.

SE FALO NINGUÉM ME ENTENDE".

MUNDO, GENTE, CORPOS SEM ALMA, CORAÇÃO FRIOS, fazer o quê se sou sensível, poetisa,

tento fazer vibrar corpos sem alma, é missão do poeta que como Castro Alves tenta ser "O fotógrafo de sua época, o delator

de seu tempo.

Se alguém me ouvir, cante comigo o grito dos que não se calam, mesmo mortos. Ana Zélia

 Ps: Leiam em artigo- QUANDO CANTAR VIROU TRAUMA. Obrigada Ana Zélia

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 23Exibido 326 vezesFale com o autor