Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
72 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54596 )
Cartas ( 21042)
Contos (12045)
Cordel (9417)
Crônicas (20966)
Discursos (3104)
Ensaios - (9880)
Erótico (13102)
Frases (39633)
Humor (17532)
Infantil (3554)
Infanto Juvenil (2304)
Letras de Música (5408)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135303)
Redação (2862)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1912)
Textos Religiosos/Sermões (4137)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->CARTA AO ROMANCISTA GILSON CHAGAS -- 01/03/2014 - 09:19 (Adalberto Antonio de Lima) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Amigo Gilson. 


Li o artigo do Hardi Filho em que evoca as palavras de nosso professor e amigo Nery Marciano, quando apresentava “Curvas do Meu Caminho”: “a obra nada mais é do que haverá de ser, no futuro, a criação do talentoso filho da pequenina Santo Antônio de Lisboa. Gilson Chagas, dá com a presente publicação o seu primeiro voo literário, um voo muito promissor.” Dito isso nos anos setenta por um professor de Literatura e de Língua Portuguesa, decerto, torna-se agora uma profecia realizada em "Música para 

Pensar". 

Certa feita, Chico Miguel disse, praticamente, a mesma coisa num artigo postado na Usina de Letras: Gilson enveredou-se na Pedagogia, dando aulas em faculdades, e com isso, a literatura só tem a perder. Discordo apenas em parte, com o Chico, porque você respira e transpira Literatura em qualquer coisa que faz. Também faço minhas as palavras do Hardi: MÚSICA PARA PENSAR é um dos melhores romances da atualidade brasileira. Realmente, sua Música tocou fundo... vai além do lúdico, do humorístico e de tudo aquilo que causa 
deleite à alma. É um clássico que traz como pano de fundo a função formativa. E, por isso mesmo, um livro que deve ser lido e estudado. Com certeza, figura em meus planos escrever mais do que uma carta sobre MPP - ainda não sei quando... 



Abraços 

Adalberto Lima. 



P.S. 

Obrigado, mestre Adalberto, 

Que grande diagnóstico você faz do livro! Suas palavras embutem um testemunho muito expressivo sobre os planos extrínseco e intrínseco da obra. Falta só ir aos detalhes.E por que não fazê-lo? [...] Descontada a generosidade dos amigos (como você e Hardi) e dos parentes que se têm manifestado sobre o livro com esse entusiasmo, eu sinto que preciso fazer um grande esforço -(ainda não sei como) para fazer com que o romance chegue ao conhecimento do grande público. Peço-lhe ajuda (idéias, indicações etc) para levar esse plano a efeito. Tenho o sonho de levar mais longe o nome de nossa querida literatura nordestina e piauiense em particular. Por falar em literatura, o nosso amigo Chico Miguel, a exemplo de muitos outros, restringe a arte às obras literárias propriamente ditas. Eu, que tenho concepções utilitárias, acho que a arte de escrever pode e deve ser útil e reconhecida em todos os gêneros, inclusive na área didática. 

Gilson Chagas 

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 0Exibido 190 vezesFale com o autor