Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
101 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54796 )
Cartas ( 21052)
Contos (12086)
Cordel (9483)
Crônicas (21041)
Discursos (3105)
Ensaios - (9892)
Erótico (13118)
Frases (39763)
Humor (17540)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2307)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135477)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4164)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Meu Deus, -- 20/05/2014 - 17:24 (Armando A. C. Garcia) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:143769004813656300
Meu Deus,


Não sou digno de bater à tua porta
Só Tu sabes dos gemidos de tristeza
Do grande infortúnio, que ninguém conforta
Não me detenhas, na porta da incerteza

Deixa entrar, no lindo asilo tutelar
De Teu palácio de amor e carinho
Para a alma finalmente descansar
De tão árduo e escabroso caminho

A senda foi penosa, estranha e dura
Cheia de angústias e desencantos cruéis
Sem Tua estrela, a noite era mais escura
E a esperança, semimorta. Bem o sabeis !

A aspereza da angústia e da amargura
Alivia-a Oh! Deus com a gota universal
De Tua tutelar e sublime ventura
Que irradia a Tua amplidão Divinal.

Estende a Tua mão de eterna Aurora
Aqueles que exultam Tua paz e amor
Dá-lhes Senhor Tua luz que resplendora
E estanca o sofrimento de quem chora !

São Paulo, 20/05/2014 (data da criação)
Armando A. C. Garcia

Visite meu Blog: brisadapoesia.blogspot.com
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui