Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
101 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55077 )
Cartas ( 21063)
Contos (12135)
Cordel (9570)
Crônicas (21233)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13137)
Frases (39997)
Humor (17552)
Infantil (3565)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135740)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4207)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->Minha Gata -- 05/01/2017 - 21:58 (Adalberto Antonio de Lima) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos



Mais difícil que conquistar muitas mulheres é conquistar uma mulher muitas vezes. Queixava-se:
- Minha mulher não que mais fazer 'aquilo.'
- Por que, compadre?
- Vive cansada e dorme para descansar. Quando está cansada não faz amor, e dormindo, aquilo também não faz...
- Ah! – disse o outro. É preciso usar tática nova na cama, para conquistar uma mulher velha de cama. Eu faço sempre isso.
- Conta, conta! 
- Pois é. Esses dias  saí do trabalho,e passei na escola para pegar a esposa. Ela deveria sair às 17:00 horas, mas só saiu às 18:00.  Mesmo impaciente, não podia me mostrar aborrecido e cuspir no cachimbo, senão, naquele dia não cachimbava.
- E ai, e aí?
- Bom, ela foi saindo e fui logo ao seu encontro. Todo sorridente eu lhe disse: “E aí gata, não quer miar hoje em meu quintal?” Ela deu um sorriso. E eu pensei: “hoje tem”.
Tomei banho, tirei a barba, pus perfume e vesti o pijama. Ela deitou-se na cama, com a mesma roupa que chegou do serviço, ligou a televisão e dormiu. Fiquei de cabeça baixa, sem saber o que fazer. Maneco também baixou a cabeça, sem saber o que fazer. Fiquei pensando “Se eu acordá-la, aí mesmo é que não tem... deitei-me do outro lado da cama, sem fazer barulho, e dormi.
Já era mais de meia noite, quando escutei: “miaaaaau”. Maneco foi logo ficando ouriçado: “Não é que minha gata entendeu a dica e veio miar em meu quintal?” – Levantei... a mulher estava quietinha, do mesmo jeito que deitou. Acendi a luz... era a gata, a gata “mimosa”, a mais inteligente que já conheci. Levei-a para fora do quarto e fechei a porta. Embora “mimosa” tivesse entendido meu recado, ela  não podia fazer nada, nem eu.

***



Adalberto Lima, reendição.


Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 70 vezesFale com o autor