Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
60 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55052 )
Cartas ( 21061)
Contos (12131)
Cordel (9565)
Crônicas (21227)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13135)
Frases (39980)
Humor (17551)
Infantil (3562)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135727)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4205)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->Bidião no clássico dos clássicos -- 08/05/2017 - 03:29 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Bidião no clássico dos clássicos


Domingo com chuva, mas nada tirou a animação de Padre Bidião Iara assistir ao jogo mais disputado do campeonato alagoano: CRB X CSA, os dois times preferidos do anonimato sacerdote. Resolveu ir de batina ao campo, porém vestindo as duas camisas por baixo da vestimenta sacerdotal mas próximas ao coração embaladas ao compasso do mesmo. Início de jogo e Bidião resolve ouvir o jogo da arquibancada com o rádio de pilha. Início de jogo e coração acelerado, Padre Bidião assiste ao jogo, roendo todas as unhas. Da arquibancada, acompanha passo a passo o jogo, com os olhos atentos para não perder nenhum lance. Aos dez primeiros minutos, eis que sai o primeiro gol, num chute com um ângulo de 90 graus pois ao Bayer na trave, a bola foi jogada imediatamente ao chão fazendo então o primeiro gol do jogo. Bidião não quis saber de qual time partiu o gol, mas comemorou bastante e depois de muito tempo de comemoração percebeu que na área em que ele estava, havia a presença do time adversário. Pediu desculpas aos demais torcedores, alegando que adora ser torcedor de gol e que estava vibrando pelos dois times. Fim do primeiro tempo e intervalo de jogo, Bidião resolveu acompanhar os comentários pelo rádio de pilha, recolhido em seu silêncio. Início do segundo tempo, e aos 40 minutos, outro gol do time da torcida ao qual o sacerdote estava sentado. Explosão de alegria pois os dois times fizeram o tão esperado gol, motivo da ida do Padre Bidião ao estádio. Só que haveria ainda a prorrogação pra a decisão final. Nos dez primeiros minutos do primeiro tempo, um gol e Padre Bidião numa explosão de alegria, esqueceu até de roer as unhas. O gol fora marcado novamente pelo time adversário do qual ele estava sentado na arquibancada. Mas tudo bem, por conta das explicações que ele havia dado logo no início do espetáculo. Ao fim do tempo de prorrogação, o time que vence é justamente o time do qual ele não marcava a presença física. Resolveu comemorar o fim do jogo, com bastante discrição e, ao pegar o buzão, deu de cara com a torcida do time que ganhara a partida. Resolveu então se jogar de corpo e alma à comemoração mais popular dos brasileiros encerrando assim seu programa de domingo.

É É É É É É Ê GOOOOOOOLLLLLL !!!!
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui