Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
81 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56814 )
Cartas ( 21161)
Contos (12583)
Cordel (10010)
Crônicas (22151)
Discursos (3132)
Ensaios - (8951)
Erótico (13386)
Frases (43330)
Humor (18382)
Infantil (3752)
Infanto Juvenil (2627)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138019)
Redação (2917)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4762)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->MERETRIZ, PIRANHA OU TOLERADA? -- 04/04/2019 - 00:34 (PAULO FONTENELLE DE ARAUJO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

 

VERSÃO UM

 

Cidade
pequena, caminha a prostituta em direção à padaria (puta também come pão) e
passa por duas mulheres que conversam no portão(mulheres também conversam nos
portões) e sabem da importância de um puteiro em cidade pequena. Elas apenas
dizem:

-  Esta mulher não mora aqui... ela é tolerada aqui.

 

VERSÃO DOIS

 

-  Padre eu pequei!

-  O que você fez, filha?

-  Eu fui prostituta!

-  Entendo...

-  Eu fui puta por muitos anos!

-  Entendo...

-  Será que Deus me perdoa?

-  Não filha, Deus te tolera.

-  Então é isso eu sou tolerada?

-  Sim, tolerada...

 

VERSÃO TRÊS

 

Cliente:
“Por que você mantém esta puta velha aqui?”

Dono
do puteiro: “Você está falando da dona Maria?”

Cliente:
“É...quanto ela consegue por ano”.  

Dono:
“A dona Maria foi puta do meu pai. Já sustentou o lugar aqui quando nem mamãe
podia trabalhar...já deu muito lucro pra cá...”

Cliente:
“Mas você precisa renovar  o quadro de
funcionárias...”

Dono
do puteiro: “Preciso, mas não com Dona Maria. Dona Maria é tolerada aqui

Cliente:
“Tolerada!?”

Dono:
“Tolerada pelos serviços prestados!”

 

VERSÃO QUATRO

 

    Durante muito tempo Jorge Retranca, um
lenhador que morava no interior de Minas, sabia que sua mulher era puta. Ele
suportou tudo isso até o dia em que a sua mulher avisou:

-  Jorge, estou grávida!

    Jorge se apavorou. Sim! Ele seria pai de um
filho da puta. Um filho da puta! Ele realmente existia e ele seria o pai. O
susto de Jorge foi tão grande que ele não quis suportar mais nada e acabou
tolerando a cabeça da mulher na parede (na época “tolerar” era sinônimo de “arrebentar”.

    Depois disso nome de puta também pode ser “
tolerada”.

 

VERSÃO CINCO:

 No norte da Itália havia um puteiro famoso. Uma construção antiga cercada por um jardim onde predominava uma orquídea vermelha originária da região.

  O nome da orquídea era “Surubas Toleradas”

  Tão lindo... a flor deu nome ao puteiro e depois às putas e o nome se espalhou pelo mundo. Toda meretriz é uma “tolerada”. Uma flor vermelha. 

 



Do Livro: "AS SONDAS AMAM"

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui