Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
62 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56823 )
Cartas ( 21161)
Contos (12583)
Cordel (10010)
Crônicas (22151)
Discursos (3132)
Ensaios - (8952)
Erótico (13387)
Frases (43337)
Humor (18382)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138021)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4765)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Teses_Monologos-->PARA QUE SERVE O HORÁRIO ELEITORAL? -- 04/09/2006 - 17:10 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
PARA QUE SERVE O HORÁRIO ELEITORAL?

Todos nós eleitores temos lá nossos motivos para votar em um ou outro candidato. E por mais que alguém tente nos convencer de que o outro é melhor do que aquele no qual pretendemos votar, na maioria das vezes essa tentativa é inútil.
É inútil porque as pessoas têm pontos de vistas diferentes diante do mesmo fato, cada um tem os seus interesses, suas prioridades e através desta o eleitor se identifica mais com certo candidato. Daí a pouca importância da propaganda eleitoral gratuita. Por mais que se fale bem ou mal de um candidato, o eleitor não quer saber disso. O que lhe interessa mesmo é o candidato que melhor satisfaz seus interesses. E o eleitor não vai esperar o horário eleitoral para saber disso. Muito antes já conhece o seu candidato suficientemente para não mudar de voto.
É por isso que o horário eleitoral nos moldes em que é feito hoje em dia não presta nenhum serviço ao eleitor. Os meios de comunicação de massa normalmente tendem a prestar um serviço melhor, a influenciar mais o eleitor do que o horário político. Isso por que apresentam os candidatos muito antes, quando o eleitor ainda não se decidiu, e de uma forma mais natural, sem a idéia de que o candidato está representando um papel. Porque é isso que vimos no horário eleitoral: candidatos representando papéis muitas vezes ridículos para tentar convencer o eleitor do inconvencível.
Salvo raras exceções -- muitas vezes por uso de jogo sujo, promessas infundadas ou por falta de informações --, um candidato consegue reverter uma situação desfavorável no horário político. Então por que não aboli-lo? Ou então reestruturá-lo de forma a prestar um serviço ao eleitor e não um desserviço? De que adianta um candidato usar o rádio e a TV para desconstruir o oponente quando o objetivo do mesmo deveria ser para apresentar propostas e plano de governo? Isso não contribui em nada para a democracia. Não. Nos moldes em que esse espaço vem sendo usado de nada ele serve. Por que então não usar esses espaços para se promover um grande debate com a participação da sociedade de todos os meios de comunicação? Não seria mais útil?
Não defendo o fim da propaganda eleitoral, mas se não se fizer uma reformulação para que possa prestar algum serviço à sociedade é melhor extingui-lo.
Por falar nisso, a eleição para presidente e para a maioria dos governos estaduais já está decidida muito antes do horário eleitoral. E aqueles que acreditam numa virada agora, um mês antes do primeiro turno, só podem estar sonhando. Se em seis meses não conseguiu mudar o voto do eleitor, não será em menos de trinta dias que conseguirá.



LEIA TAMBÉM:
A LEVEZA DA DANÇA

UMA TERRÍVEL ILUSÃO

COISAS DE HOMEM
COMO SE A VIDA FOSSE UM TEATRO
EU POSSO TE IMAGINAR DESPIDA
PARA QUANDO ACORDARES COM O PÉ ESQUERDO
SE TODOS NÓS...
SAUDADES DE UM GRANDE AMOR
MINHA LOUCURA É VOCÊ
A UMA RAPARIGA EM FLOR
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui