Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
60 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54839 )
Cartas ( 21056)
Contos (12108)
Cordel (9511)
Crônicas (21077)
Discursos (3106)
Ensaios - (9897)
Erótico (13126)
Frases (39799)
Humor (17545)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5411)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135520)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4173)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Amor -- 26/02/2002 - 12:44 (rodrigo mendes delgado) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
AMOR



O Amor, este indigitado sentimento
que jamais me proporcionou o prazer de sua concretização,
mas, que sempre me proporcionou a honra de sua sensação.;
E impelido por tal sentimento,
sinto-me capaz de enfrentar o mundo.
Uma energia que eclode em meu interior
E sua explosão é tão potente
Que sinto que posso amar toda gente.
Um sentimento que faz que minha alma
Brilhe tão intensamente
Quanto a luz de mil sóis.
Deus permita que mesmo ao final de minha vida
O Amor seja o último sentimento que eu sinta.
Por mais terras que eu percorra.;
Por mais batalhas que eu trave.;
Por mais exércitos que enfrente,
Rogo à Deus que me reste ao menos mais um suspiro
Para que então possa dizer:
TE AMO!





RODRIGO M. DELGADO
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui