Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
69 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55345 )
Cartas ( 21072)
Contos (12178)
Cordel (9607)
Crônicas (21339)
Discursos (3113)
Ensaios - (9921)
Erótico (13148)
Frases (40254)
Humor (17570)
Infantil (3576)
Infanto Juvenil (2311)
Letras de Música (5420)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135960)
Redação (2881)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1909)
Textos Religiosos/Sermões (4239)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Ausência de ti -- 01/03/2002 - 11:53 (rodrigo mendes delgado) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
AUSÊNCIA DE TI

Senti fome e sede.
E assim, me lancei em busca do alimento,
e da bebida.
Me alimentei,
até que minhas entranhas ficassem comprimidas pelo excesso,
bebi, até que meu abdômen doesse,
mas, mesmo assim,
continuei a sentir fome e sede.
Por mais que me alimentasse,
por mais que bebesse,
a sensação de fome e sede ainda persistiam,
apesar de meu organismo não mais comportar,
nenhum tipo de alimento ou de bebida.
Foi aí que percebi,
que minha fome
e minha sede
não eram físicas,
eram espirituais,
minha alma sentia fome e sede,
fome e sede de tuas palavras,
de tua presença,
de teu carinho,
de tua energia,
de tua alma.
Sem ti,
alimento ou bebida alguma
poderão saciar esta ausência,
esta ausência de ti.
Tu és minha bebida e meu alimento.
O alimento sagrado e supremo
de minha alma,
de minha vida.



Rodrigo Mendes Delgado

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui