Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
152 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56257 )
Cartas ( 21115)
Contos (12465)
Cordel (9814)
Crônicas (21743)
Discursos (3121)
Ensaios - (9965)
Erótico (13194)
Frases (41312)
Humor (17661)
Infantil (3601)
Infanto Juvenil (2327)
Letras de Música (5443)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136794)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2379)
Textos Jurídicos (1916)
Textos Religiosos/Sermões (4466)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Redação-->Desnecessários desgates -- 16/10/2003 - 11:32 (maria da graça almeida) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Desnecessários desgates
maria da graça almeida

Ninguém suporta falar sozinho por muito tempo,
nem se sustentar com firmeza quando ignorado.
Para uma platéia desinteressada,
voz nenhuma se disporá a insistir na cantilena.
Sem o oxigênio, a chama não sobreviverá.
Não basta saber escrever para, simplesmente,
fazê-lo. É preciso que se conheça
os princípios básicos das relações humanas
e as normas do respeito mútuo.
A escrita é uma forma de convivência.
É um plantio do qual se procura obter
boa colheita. Para alcançar tal objetivo
a sensatez reza que melhor seria acolher
na sementeira apenas os grãos de boa qualidade.
Que o vento leve as más semente e deite-as
em solo seco.




















































Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui