Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
133 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56952 )
Cartas ( 21165)
Contos (12585)
Cordel (10048)
Crônicas (22174)
Discursos (3133)
Ensaios - (8976)
Erótico (13390)
Frases (43474)
Humor (18423)
Infantil (3758)
Infanto Juvenil (2652)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138139)
Redação (2919)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1924)
Textos Religiosos/Sermões (4819)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Discursos-->SOMOS IGUAIS -- 28/05/2008 - 05:09 (Ivone Carvalho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
SOMOS IGUAIS
(Ivone Carvalho)

É inacreditável o quanto somos iguais.

Eu o ouço me falando de você e é como se estivesse me descrevendo.

Tal como você, sou uma eterna apaixonada, amante da natureza e de tudo que a simboliza. Falo bom dia ao sol todos os dias; agradeço a lua e as estrelas por existirem, todas as noites. Tenho até o hábito de parar no meio do quintal, todas as madrugadas e falar com elas. Faço uma oração ali mesmo e agradeço a Deus por tudo que tenho e por tudo que me faz crescer - inclusive pelos meus erros, pelas injustiças que às vezes encontro, pelas pessoas que não nos querem tão bem, pelas dúvidas, enfim, por tudo que me faz crescer e aprender.

Amo o mar, símbolo de grandiosidade, de autoridade, de paz, de divindade.

Sinto a materialização da vida quando ouço os pássaros anunciando o amanhecer (é por isso que não consigo ir dormir mais cedo; ouvir os bem-te-vis me cumprimentando todas as manhãs, já faz parte do meu dia!).

A chuva, eu já recebia como bênção Divina, sinal de vida, de proteção, de amor, e hoje, mais do que nunca, ela é importantíssima para mim, porque através dela eu também ouço você, sinto seu carinho, seu amor.

E o vento? Ah! Como é bom senti-lo tocando nosso rosto e nosso corpo! Representa carinho, afago, carícia.

Adoro contemplar o verde, a cor da esperança e da vida. Amo as plantas, desde a simples grama até a mais frondosa das árvores. Converso com elas, conheço o meu estado de espírito através delas, porque elas não conseguem esconder se estou feliz ou triste.

Procuro seguir o exemplo das águas de um rio, que caminham sempre em frente, vencendo obstáculos, mas sem jamais olhar para trás para não sofrer as mesmas dificuldades.

Adoro a beleza de uma cachoeira, que nos mostra que basta a cadência e a insistência para se conservar uma beleza ímpar.

Nada é mais bonito que o sorriso de uma criança, que o seio amamentando a cria, que a barriga da mulher que se fez mãe e prova à humanidade que o amor gera vida!

Neste exato momento nada é mais puro e mais sublime do que o imenso amor que eu sinto por você.

VOCÊ! tão distante fisicamente, tão longe dos meus olhos, mas tão dentro do meu coração.

VOCÊ! que mesmo eu nunca tendo visto, me faz conhecê-lo como a palma da minha mão.

VOCÊ! que me tira o sono em alguns momentos, e me faz não querer sair da cama em tantos outros, para continuar pensando em nós, sem nada para interromper.

VOCÊ! que extrai do fundo do meu coração os sentimentos acumulados durante toda a vida para ora se extravasarem com toda força, com toda ternura, com toda pureza.

VOCÊ! que me faria falar ou escrever por muito tempo, sobre o verdadeiro amor, o amor sublime, o amor que extrapola todas as barreiras e todos os tabus, o amor cheio de desejos, de cumplicidade, de companheirismo, de lealdade, de identidade.

VOCÊ! a luz que hoje ilumina a minha estrada, a estrada da minha vida!

VOCÊ! a paz e o amor que eu sempre procurei dentro de mim...

E não importa o futuro, porque a minha busca terminou, no exato momento em que encontrei VOCÊ!

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui