Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
77 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54470 )
Cartas ( 21032)
Contos (11992)
Cordel (9377)
Crônicas (20888)
Discursos (3100)
Ensaios - (9875)
Erótico (13091)
Frases (39513)
Humor (17516)
Infantil (3551)
Infanto Juvenil (2304)
Letras de Música (5407)
Peça de Teatro (1308)
Poesias (135144)
Redação (2861)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2368)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4105)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Infanto_Juvenil-->PRISIONEIRO DESSE LEITO -- 15/12/2015 - 22:42 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Como posso ter certeza
Do que há em meu coração
Se toda essa tua beleza
Tira-me toda a razão?

Vivo o estado de loucura
Que se apossou do meu peito
Querendo tua alma impura
Para ocultar-me os defeitos

Vivo o estado de beleza
Mergulhado na paixão
E diante das incertezas
O sonho é o meu colchão

Neste estado de fervura
Teu prazer é bem aceito
Viveremos tal loucura
Prisioneiros desse leito


ENCONTRE-ME TAMBÉM:
NO TUMBLR
NO FACEBOOK
TWITTER
NO MEU BLOG
NO RECANTO DAS LETRAS


LEIA TAMBÉM:
O NADA DEPOIS
O INTENSO PULSAR
GOSTO PECULIAR
MINHA ALMA POR TI DOMADA
A FALTA DE UM “POR QUÊ?
A MAIS INSOLÚVEL QUESTÃO
NÃO TE QUERO MAIS
VOCÊ ME FEZ DE IDIOTA
UMA JOIA RARA
A DESCOBERTA DO AMOR
DIANTE DE TI, MINHA ALMA CALA
QUANDO A PAIXÃO É DESENFREADA
O DESPERTAR DO AMOR
CLARA LEMBRANÇA
SEJA ALGUÉM MELHOR
INOCÊNCIA PERDIDA
UMA PROFUNDA DOR
A MAIS BELA AURORA
O TEMPO HÁ DE LHE MOSTRAR

NÃO DEIXE DE LER: 30 TEXTOS MAIS LIDOS DA USINA NOS ÚLTIMOS 6 MESES
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui