Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
129 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56587 )
Cartas ( 21127)
Contos (12497)
Cordel (9854)
Crônicas (21845)
Discursos (3121)
Ensaios - (9993)
Erótico (13199)
Frases (41604)
Humor (17725)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137013)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4489)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Luta eterna -- 08/06/2002 - 05:27 (Cida Piussi) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Era apenas manhã.; névoa cinzenta,
entre raios de um sol que não nascia,
despontava surdamente a cidade fria
por entre gemidos mortais, gritos de dor.

Eram manhãs! Não! É só boato
esse final aos quatro ventos propagado
é para daqui a anos-luz, será gerado
pelos desiguais, monstros do horror.

Era manhã.; a noite adormecida
dera sinais de um sono alucinado
por fada-pesadelo, bruxo desentronado
há séculos.; porém agora, do mundo senhor.


Era o amanhã.; nada se via,
era o acordar do tudo e de ninguém,
um sopro universal, de novo Alguém
a acreditar que ao Mal, só resta Amor.





http:www.geocities.com/cidapiussi_1999
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 248 vezesFale com o autor