Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
143 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56470 )
Cartas ( 21122)
Contos (12490)
Cordel (9844)
Crônicas (21810)
Discursos (3123)
Ensaios - (9983)
Erótico (13198)
Frases (41498)
Humor (17697)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136958)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4478)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Letras_de_Música-->Time- Pink Floyd -- 14/12/2003 - 22:41 ( Andre Luis Aquino) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
TIME

Ticking away the moments
that make up a dull day
You fritter and waste the hours
in an off hand way
Kicking around on a piece of ground
in your home town
Waiting for someone
or something to show you the way

Tired of lying in the sunshine
Staying home to watch the rain
You are young and life is long and
There is time to kill today
And then one day you find
ten years have got behind you
No one told you when to run,
you missed the starting gun

And you run and you run to catch up with the sun,
But it s sinking
And racing around to come up
behind you again
The sun is the same in the relative way,
but you re older
And shorter of breath and
one day closer to death

Every year is getting shorter,
never seem to find the time
Plans that either come to naught
Or half a page of scribbled lines
Hanging on in quiet desperation
is the English way
The time is gone the song is over,
Thought I d something more to say

TEMPO

Assinalando tique-taques que marcam os momentos que se vão,
que formam um dia monótono
Você desperdiça e perde as horas
De uma maneira descontrolada
Perambulando por um pedaço de terra
De sua cidade natal Esperando alguém ou algo
Que venha mostrar-lhe o caminho

Cansado de deitar-se sob o sol
De ficar em casa observando a chuva
Você é jovem e a vida é longa
E hoje há tempo para matar
E então um dia você descobre
Que dez anos ficaram para trás
Ninguém te disse quando correr
Você perdeu o tiro de partida
E você corre e corre para alcançar o sol
Mas ele está afundando
E correndo em volta para se levantar atrás de você outra vez
O sol permanece, relativamente, o mesmo
Mas você está mais velho
Com o fôlego mais curto
E um dia mais perto da morte
Cada ano está ficando mais curto
Nunca parece encontrar tempo. planos que deram ou em nada
Ou em meia página de linhas rabiscadas
Permanecer suspenso em desespero quieto, é o modo inglês
O tempo se foi, a canção terminou Pensei que tivesse algo mais a dizer
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui