Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
118 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56837 )
Cartas ( 21161)
Contos (12584)
Cordel (10016)
Crônicas (22154)
Discursos (3133)
Ensaios - (8956)
Erótico (13388)
Frases (43358)
Humor (18384)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138036)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4772)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ESPAÇOS NAVEGANTES -- 08/07/2002 - 04:15 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


ESPAÇOS NAVEGANTES

DE LUAS DESVAIRADAS



Jan Muá

1 de julho de 2002







Em teu ninho eu posso ouvir vozes de mar

Porque é um ninho de curvas de aclives e declives

E de rosas onde posso deitar



Um ninho colorido onde posso sondar

Profundidades de mar

Ninho aconchegante

Onde posso sonhar



Um ninho de embalo e de espumas

De aventuras e carícias

De brisas que rumorejam

No recolhido manto do mar



Um ninho que inspira

Acolhe e recolhe versos irisados

Ditados pelos portos

Que embalam vidas que fazem sonhar...



Um ninho abrigado na colina

Das encostas das rosas

De onde se ouve fremente

E navegante o bramido do mar...



Um ninho banhado pela ternura

De brilhos lunares

E pelas luzes

Rendidas ao jogo de olhares!



Ninho-cenário de rotas de navegação

Em oceanos abertos às velas

Da sublimação



Espaço navegante

De luas desvairadas

Desfeitas em rendas de sedução



Mar de tantas rosas

De alegre encantamento

De floreados versos

Que diluem a solidão



Ninho de garras garbosas

De auroras e poentes

Onde se entrelaçam mensagens

De teus mares de conchas quentes.



Jan Muá

1 de julho de 2002

















Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 652 vezesFale com o autor