Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
36 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56723 )
Cartas ( 21160)
Contos (12583)
Cordel (10005)
Crônicas (22134)
Discursos (3130)
Ensaios - (8936)
Erótico (13378)
Frases (43200)
Humor (18335)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2597)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137948)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4723)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Assim Caminha a Humanidade -- 28/05/2007 - 18:28 (flavio gimenez) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Sabem como surgiu o nome “aguardente?” A lenda conta que nos antigos engenhos de cana, os negros eram incumbidos de fazer melaço do caldo de cana, para isso colocando o caldo em enormes tachos que eram fervidos; a mistura ia engrossando, para depois dar origem à rapadura e finalmente ao açúcar, obviamente depois de um processo mais apurado de refino.

Acontece que nos locais onde o melaço era feito, os vapores desprendidos de tal operação condensavam nos tetos; finalmente, caíam em gotas sobre os olhos dos curiosos negros, coisa que provocava muito ardor nos seus olhos. Daí o nome, “pinga” porque pingava dos tetos e “aguardente” porque caía nos olhos dos escravos e os irritava.

Os senhores de engenho não se conformavam com tanta algazarra e vozerio nos locais onde o melaço era feito. Por quê tanta alegria em trabalho tão insano, tão tedioso, de mexer nos enormes tachos, inalar suas emanações e miasmas, trabalhando de sol a sol produzindo o açúcar que mais dia, menos dia, ia ser exportado? Eles queriam saber e constataram, surpresos, que os escravos bebiam o que pingava dos tetos e enlouqueciam de alegria. Assim, nossa velha cagaça iniciou sua história. Surgiu a cachaça: Viva Baco! O Brasil começou a fazer parte do mundo civilizado!

Assim caminha a Humanidade.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 5Exibido 1209 vezesFale com o autor