Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
125 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56900 )
Cartas ( 21134)
Contos (12535)
Cordel (9881)
Crônicas (21940)
Discursos (3124)
Ensaios - (10030)
Erótico (13216)
Frases (41955)
Humor (17829)
Infantil (3614)
Infanto Juvenil (2347)
Letras de Música (5450)
Peça de Teatro (1313)
Poesias (137243)
Redação (2891)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2382)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4538)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->" Tu és pó e ao pó hás de tornar..." -- 16/06/2002 - 22:20 (Cida Piussi) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Pequena. A Terra é pequena; já não tem mais mistérios. O infinito é o limite para quem não aceita limitações.
O Pássaro alado de tantos vôos desafia o espaço cortando os tentáculos que o prendiam ao solo. De repente:
" A TERRA é azul!!!!".
Por instantes, imortais, quase deuses. Os homens-pássaros voam no seio do pássaro-prateado cujas asas foram criadas por seus deuses-viajantes.

O tempo urge. Há que chegar antes. Tudo já foi conquistado.
O céu é só mais uma questão temporal..
O deserto é um céu de pirilampos artificiais empurrando o pássaro para a eternidade.
A noite virou dia, encobriu a lua, ofuscou o sol.
O Homem dominou a máquina que possui o chip que substitui o cérebro. Infalível.

Os escolhidos para desvendarem o último mistério acenam qual deuses abençoando os idólatras que os reverenciam.
O infinito de repente não existe. EXPLODE!
Num instante o PÁSSARO-DE-PRATA perde as asas e tal qual a águia, cujo vôo é abortado pela garra impiedosa do falcão, perde-se no espaço e seu contorno desenha-se na nuvem de fumaça.

À conquista do Céu, os deuses decolaram para o Infinito.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 333 vezesFale com o autor