Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
30 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56739 )
Cartas ( 21160)
Contos (12583)
Cordel (10005)
Crônicas (22136)
Discursos (3131)
Ensaios - (8937)
Erótico (13379)
Frases (43216)
Humor (18340)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2600)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137961)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2387)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4729)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->VESTE -- 23/06/2000 - 04:59 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos










Há um corpo nu descoberto

Em pele exposta

Ao sol e à luz que o vestem



Misterioso movimento de formas

Vestindo a vida que expressam



Poesia arrastando a tenda para além da pele

E os sentiemntos amando um corpo

Que a alma veste



Sutil e delicado manto

Patinando na fronteira da fantasia

E da imaginação



Evidenciando a arrastada matéria

Que se expande

E a opaca pesantez que a perturba



Lá no topo do Himalaia

Incorrosivo o ideal brilha níveo

Como velho Brahma de fôlego vital

No élan impulsivo da origem



Convivo com o mistério deste corpo e desta alma

Deste amor jurado e permanente

Na lua de mel da vida

Na contemplação do rosto superior

Que espelha a delicada veste

De um corpo em figuração esplêndida

De sua vida maior.







Jan Muá

Brasília 1996
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 702 vezesFale com o autor