Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
58 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55804 )
Cartas ( 21099)
Contos (12346)
Cordel (9718)
Crônicas (21549)
Discursos (3119)
Ensaios - (9940)
Erótico (13166)
Frases (40871)
Humor (17602)
Infantil (3595)
Infanto Juvenil (2322)
Letras de Música (5433)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136366)
Redação (2882)
Roteiro de Filme ou Novela (1045)
Teses / Monologos (2377)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4387)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Textos_Jurídicos-->Se nado, sem rumo me afogo ! -- 11/08/2009 - 17:53 (Armando A. C. Garcia) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos



Se nado, sem rumo me afogo !

Há muito, anda assim à solta ...
E não cessa a brincadeira
O seu fadário revolta
Por ser o auge da carreira

Nos tempos de antigamente
Era tudo esclarecido
Culpa desta nova gente
De ritmo desenvolvido

Esta jovem geração
O melhor que ela faria
Deixar a devassidão
E dar ao povo alegria

São exóticas figuras
No cenário nacional
Imprudentes criaturas
Não divisam o bem do mal

Mostram num bobo papel
Mil pedaços do bastão
Recalcitrante e cruel
Apagam o facho da razão

Na ignóbil cobardia
Numa malsã explosão
Em natural fantasia
Prometem ao povo ilusão

São menestréis sem o ser
Palhaços da hipocrisia
Seus clamores a bem dizer
São furor de onda bravia

De oratória faustosa
Parece terem pendores
Promessa fantasiosa
P’ra cativar eleitores

Escondem o bisturi
Na atonia da vergonha
Indescritível o que vi
Na eloqüência bisonha

Mandar engolir palavras
E digeri-las após
São punhaladas, são cravas
Mesmo que ditas a sós

No compêndio de heresias
Soa aos ouvidos rumor
Que enche de hipocrisias
O amaro fel dessa dor

É soberba é impostura
Parecendo realidade
É a plebe imatura
Execrando falsidade

Preciso é ter paciência
P’ra ouvir tais imprecações
Tratam-se de Excelência
Nas *abissínias funções

São Paulo, 11/08/2009
Armando A. C. Garcia

Visite meu blog: http://brisadapoesia.blogspot.com 



E-mail: armandoacgarcia@superig.com.br
* Individuo que ataca os decaídos do poder e elogia os novos governantes


Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui