Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
82 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54403 )
Cartas ( 21031)
Contos (12030)
Cordel (9350)
Crônicas (20779)
Discursos (3097)
Ensaios - (9868)
Erótico (13087)
Frases (39449)
Humor (17507)
Infantil (3550)
Infanto Juvenil (2302)
Letras de Música (5406)
Peça de Teatro (1308)
Poesias (134975)
Redação (2860)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2368)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4089)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Redação-->OBRAS MELHORES QUE 50 TONS DE CINZA -- 22/01/2013 - 20:22 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Eu não li "50 tons de Cinza". Simplesmente não consegui passar das primeiras páginas. Pareceu-me fraco e simplório demais e cuja linguagem dava-me a impressão de tratar-se desses livros que fazem sucesso entre os adolescentes (recentemente vi uma entrevista da autora onde ela afirmava que resolveu escrever o livro depois de ler a série “Crepúsculo”, de forma que isso explica o estilo juvenil da obra). Talvez por isso faz tanto sucesso entre o povão. Aliás, tal sucesso não é só devido ao conteúdo erótico, pois existem obras consagradas no gênero cuja profundidade e qualidade literária provavelmente desagradaria a maioria das pessoas que não estão acostumas a uma boa literatura. Dentre estas obras -- e as quais eu li --, pode-se destacar:

1) "Justine" e "A Filosofia da Alcova", do Marquês de Sade;
2) "Vênus Castigadora", de Leopold von Sacher-Masoch;
3) "Trópico de Câncer", "Sexus", "Nexus" e "Plexus", de Henry Miller;
4) "A História de O", de Pauline Reáge;
5) "Delta de Vênus" e "Henry e June" de Anaïs Nin;
6) “O Amante de Lady Chatterley” de D. H. Lawrence

Há outras que eu não li, como "Decamerão" de Boccacio, "Fanny Hill" de John Cleland, “Emmanuelle” de Emmanuelle Arsan, “A Vida Sexual de Catherine M.” de Catherine Millet, entre outros.
Não citei “Lolita” de Valadimir Nabokov e obras similares por se distanciar do erotismo como tema central, uma vez que a obra do escritor russo, apesar da sensualidade, trata dos conflitos de relacionamento de um homem de meia idade com uma jovem de 16 anos.



ENCONTRE-ME TAMBÉM:
NO ORKUT
NO FACEBOOK
TWITTER



SE VOCÊ GOSTOU DESTE TEXTO, LEIA TAMBÉM:
O QUE ESPERAR DO ROSA LINUX 2012.1
MEU ESTILO
NENHUM PASSO ADIANTE
O ABORTO EM: “A MENINA DO ÔNIBUS
O LINUX E A LIBERDADE DE ESCOLHA
O MESMO 30 ANOS DEPOIS
PARA LER NIETZSCHE (3)
LINUX MINT: A ELEGÂNCIA EM PESSOA
O ANDROID FAZ MAIS UMA VÍTIMA
POESIA E PROSA
E O GOOGLE VENCEU
IOS, ANDROID, MEEGO E O FIM DO WINDOWS
VELHOS TEMPOS
ATOS QUE NOS FAZEM CRESCER
FIM DOS VÍRUS; LINUX
PORQUE EU USO O OPERA BROWSER

NÃO DEIXE DE LER: 30 TEXTOS MAIS LIDOS DA USINA NOS ÚLTIMOS 6 MESES

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui