Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
79 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54950 )
Cartas ( 21059)
Contos (12121)
Cordel (9548)
Crônicas (21140)
Discursos (3109)
Ensaios - (9910)
Erótico (13133)
Frases (39909)
Humor (17551)
Infantil (3560)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135663)
Redação (2874)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4197)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Redação-->AMANDO ROSAS -- 31/08/2017 - 01:27 (Dalva da Trindade S. Oliveira (Dalva Trindade)) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:150419874901949900

                                                                  AMANDO ROSAS

      As rosas que enfeitam os nossos jardins, se não tivessem todo um ciclo de vida, poderiam ser mais assemelhadas àquelas que os artistas elaboram de acordo com um projeto, formando lindos arranjos de boa durabilidade, em materiais diferentes. São programados o número de pétalas, a tonalidade, o tamanho e, quando ocorre erros na confecção de alguma característica, a decepção entristece.

       Apesar de artesanais elas não perdem a sua beleza, quando elaboradas com qualidade.

        As rosas que não são artificiais surpreendem sempre. Mesmo escolhendo as suas cores, pelos botões das mudas no horto,  elas podem florescer em tons diversos, colocar matizes como enfeite, encher- se de pétalas ou economizar na quantidade e abrir-se, sorridente, para o sol... Isto na mesma roseira.

        Considero um privilégio alguém ter em um pequeno jardim algumas roseiras que promovem um festival de beleza e causam prazer a todos que veem.

        É muito gostoso, eventualmente, contar todas as rosas abertas, e perceber que são mais de vinte (sem brotarem em cachos), de cores e aparências diversas.

        Olhar um jardim com várias rosas vermelhas, uma cor de rosa, outra bem 'salmon', grande... primeiro rebento de uma das três roseiras em crescimento é ser uma pessoa agraciada.
 
        Como se não pudessem parar de alegrar, uma das roseiras, que estava florida há pouco tempo, já carrega muitos botões que logo atrairão os nossos olhares e as borboletas que rodopiam entre as rosas.

        Gratidão e amor são o que melhor expressam o meu sentimento em relação a rosas.

                       Dalva da Trindade S. Oliveira
                             (Dalva Trindade)
                                 30.08.2017

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 2Exibido 55 vezesFale com o autor