Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
123 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56603 )
Cartas ( 21127)
Contos (12502)
Cordel (9854)
Crônicas (21849)
Discursos (3121)
Ensaios - (9995)
Erótico (13199)
Frases (41604)
Humor (17730)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137016)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4496)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Infantil-->Petecalheia? -- 13/03/2015 - 05:52 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Um dia tia Vicentina, com a redada de meninos à sua volta e palhas de milho à mão, resolveu nos mostrar como se fazia uma peteca.

Selecionou as palhinhas mais tenras, separou-as num montinho e, a primeira que pegou, serviu para embrulhar cuidadosamente um caquinho de telha, quadradinho e da cor quase vermelha. Estava ali o núcleo, o cérebro, a ciência do equilíbrio e peso petecais.

E de folha em folha de palha, alternadamente, foi fazendo uma cruz em torno embrulhinho. Quando juntou todas as pontas, pronta tava a petequinha. Ou quase.

Faltava amarrar aquele molho, o que ela fez com um barbantinho; aparar as pontas, e botar ir enfiando as penas, cuidadosamente, de forma a dar aquele formato de espanador.

E só mais uma coisinha: mergulhar a palma da peteca nágua: era para acomodar melhor as palhas, e lhe dar o peso exato.

Pronto, já podíamos passar às palmadas, sem ficarmos só na cobiça - coisa feia - de peteca de couro alheia.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui