Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
82 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54936 )
Cartas ( 21059)
Contos (12122)
Cordel (9541)
Crônicas (21128)
Discursos (3109)
Ensaios - (9910)
Erótico (13133)
Frases (39891)
Humor (17552)
Infantil (3560)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5413)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135633)
Redação (2874)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4194)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->22. DECIDA-SE PELOS VERSOS -- 24/05/2003 - 10:27 (wladimir olivier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
WLADIMIR OLIVIER

Se você se decidir,
Como fez o Wladimir,
A colaborar conosco,
Irá ver que é muito fácil
Conseguir um verso grácil,
Jamais caindo em enrosco.

Para quem conhece a rima,
Há de escrever logo, em cima,
Sem titubeios de monta.
Faça como este escrevente,
Que, de tanto estar co a gente,
Dos versos perdeu a conta.

A prosa metrificada
Quase não nos custa nada,
Só um pouco de atenção.
E, se o verso é redondilha,
Não há nenhuma armadilha:
Sete sílabas na mão.

Se encontrar algum poeta,
A poesia sai completa,
Com tema, metro e emoção.
Aí o trabalho dobra,
Pois o cuidado da obra
Exige mais perfeição.

Nossa pretensão é pouca.
É como se fosse rouca
A voz de quem vai cantar.
Quando queremos mais luz,
Apelamos p ra Jesus,
Junto aos pés do seu altar.

Já falamos da virtude,
Já causamos inquietude,
Dando as regras do evangelho,
Mas sem grandes pretensões,
Pois não temos ilusões:
“Seguro morreu de velho...”

Sendo assim, não tenha medo:
Isto tudo é só arremedo
Do que se chama poesia.
É uma forma diferente
De se dizer o que sente,
Seja dor, seja alegria.

Referimo-nos ao tema,
Um apenas por poema,
Que o nosso fôlego é curto.
Mas são tantos os que tentam,
Tantos são os que inventam,
Que até parece ser surto.

Se você for exigente,
Vou dizer-lhe: — “Experimente,
Já que não custa tentar.
Se julgar ser tudo tonto,
Pare no primeiro ponto:
Nada, então, vai adiantar.”

— “Por que toda esta folia,
Se o povo não quer poesia,
Pois não serve para nada?
Será por pura vaidade
Que a turma nos persuade
A fazer o que lhe agrada?”

A pergunta tem sentido,
Mas, se pensar eu duvido
Que veja vaidade em nós.
Já dissemos, desde cedo,
Que estamos cheios de medo
De deixar exemplo atroz.

Precisamos de exercícios,
Para eliminar os vícios
Que trouxemos dessa Terra.
Contenção e disciplina,
Ao estudar a Doutrina,
É tudo que o verso encerra.

Como marca registrada
Deixamos assinalada
Uma rima nestes versos,
P ra que fique declarado
Que jamais quedou de lado
A certeza de perversos.

Sendo assim, não recrimine.
Caso saiba, a nós ensine
Essa arte superior,
Pois temos sofrido tanto
Com este sofrível canto
Para lhe darmos valor.

Tudo na vida é assim:
Rude trabalho sem fim,
Com resultado pequeno.
É que custa evoluir,
Quando se quer que o porvir
Nos seja bastante ameno.

Comece bem devagar,
Mesmo com rimas em -ar,
Combinando co as em -ão.
Para ter mais qualidade,
Tenha paciência de abade,
Sempre pronto p ro perdão.

Mas não se engane conosco,
Que fazemos verso tosco
Para lhe dar um exemplo.
Para nós, esta poesia
É o melhor que se diria
Ao Senhor, dentro do templo.

Se não ganhamos a palma,
É que é simples nossa alma
E nos damos por inteiro.
Futuramente, quem sabe,
Nossa estrofe aqui se acabe
Para um mote mais maneiro.

Ter noção do seu problema
Pode ser o melhor lema,
Para esta fase da vida.
Quem bem conhece a si mesmo
Jamais há de andar a esmo,
Nem errar durante a lida.

Peça ajuda ao benfeitor,
Agradecendo ao Senhor
Por qualquer coisa que faça.
Com certeza, no futuro,
Há de estar bem mais seguro,
Fazendo jus a uma graça.

Pai de infinita bondade,
Esta alma persuade
A trabalhar com denodo.
Dá-lhe mais fé e esperança.
Mostra-lhe como se alcança
O bem do amor como um todo.

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui