Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
81 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56831 )
Cartas ( 21161)
Contos (12584)
Cordel (10014)
Crônicas (22151)
Discursos (3133)
Ensaios - (8956)
Erótico (13388)
Frases (43355)
Humor (18383)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138029)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4770)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->29.O DIA -- 24/11/2002 - 06:52 (wladimir olivier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
WLADIMIR OLIVIER


I



Notando que perdia a compostura,

O jovem recompôs-se para a vida,

Que a calma, quando dada por perdida,

Influi no progredir da criatura.



Buscar só bons motivos para a lida

É como toda alma se depura,

Que a fórmula evangélica é segura

Para indicar qual é nossa saída.



Viver cada lição que deu Jesus

Vai pôr-nos no caminho do progresso,

Que é como cada santo se conduz.



Assim, aqui, na Terra, tem sucesso

Quem mantenha um pouquinho só de luz,

Que é tudo o que ao bom Deus por todos peço.









II



Antigos desafetos se reúnem

Ao verem os perigos do rancor,

Que a lei a todos fere com rigor,

Se uns aos outros, sôfregos, se punem.



De que nos vale a lei do puro amor,

Se os homens só com ódio se premunem?

Lembremos que as abelhas, quando zunem,

Afastam das colmeias o calor.



As artes marciais são empecilhos,

Quando se quer apenas competir,

Que é o que os homens mostram a seus filhos.



No entanto, para os tempos do porvir,

Bem outros hão de ser os estribilhos,

Que a ordem é somar, contribuir.









III



As dúvidas que trazem os amigos,

Chegando de regresso para o etéreo,

Vão mostrar se levaram tudo a sério,

Logrando superar graves perigos.



A vida vai manter o seu mistério,

Se os vícios que conservam são antigos.

Aí, vão conversar com seus umbigos,

Ficando a estagiar no cemitério.



Porém, se compreenderam a Doutrina,

Agindo em consonância com a lei,

Vão ver que o pensamento mais combina,



Ao se ajustar às almas desta grei,

Que tem por norma o bem, que o Pai ensina

Seja a um pobre mortal, seja ao seu rei.



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui