Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
67 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56823 )
Cartas ( 21161)
Contos (12583)
Cordel (10010)
Crônicas (22151)
Discursos (3132)
Ensaios - (8953)
Erótico (13387)
Frases (43338)
Humor (18382)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138023)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4764)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ODE À VIDA -- 01/12/2002 - 20:41 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




ODE À VIDA



Jan Muá

1 de dezembro de 2002







Não posso calar o Sol

Nem a luz

Nem o ar

Nem a sombra

Nem os pássaros

Nem o ninho

Nem o amor

Nem os cantos

Nem as águas

Nem a chuva

Nem as nascentes

Nem o mar

Nem as árvores

Nem a terra

Nem o cosmos

Nem a emoção de estar vivo

E de me sentir bem entre as coisas

Junto de ti

Que explicas

Toda a minha razão de viver!



Jan Muá

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 670 vezesFale com o autor