Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
135 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56257 )
Cartas ( 21115)
Contos (12465)
Cordel (9814)
Crônicas (21743)
Discursos (3121)
Ensaios - (9965)
Erótico (13194)
Frases (41312)
Humor (17661)
Infantil (3601)
Infanto Juvenil (2327)
Letras de Música (5443)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136794)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2379)
Textos Jurídicos (1916)
Textos Religiosos/Sermões (4466)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Herança infeliz -- 24/06/2012 - 20:23 (maria da graça almeida) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Herança infeliz
maria da graça almeida

Sabe, tia Graça - dizia-me Fabrício
com um sorriso maroto -
quando lá em casa ouço um grito,
logo penso que alguém se feriu.
Aí, corro para socorrer ou
verificar o que aconteceu...
Lá na casa da tia Angélica, não!
Quando ela grita, ou a Thalita
imagine, você,
já aparece o tio Pedro
com uma vassoura em punho,
perguntando: cadê, cadê?
Vem, tentando salvá-las do susto!
--------------------------------------------
Só quem tem é que pode avaliar
o significado do medo na vida de um mortal.
Infelizmente, tal limitador de liberdade,
inibidor de ações, age de uma forma tão cruel ,
que faz com que os dias fiquem sem graça,
o lazer tolhido e os movimentos naturais restritos.
------------------------------------------
Ando cansada de ouvir: lagartixa é inofensiva, é a faxineira do lar,
elimina moscas , pernilongos, até mesmo os escorpiões.
Valha-me Deus, não sou de todo ignorante, sei dos hábitos dos Monstrinhos, sei que têm medo de gente, sei que não mordem, patati, patatá... conheço bem o manual de suas funções vitais.
Apenas desconheço um método de como me livrar de tais monstros. Não vou à casa deles, por que eles vêm a minha?

Ontem fiquei horas a pesquisar repelentes para os desamados,
alguma forma natural de afastá-los, de impedir que os mal-vindos penetrem nos ambientes domésticos...e nada.
Daí, parti para outro extremo, pesquisei simpatias, benzeduras, orações que me livrassem deles... busca infrutífera!

------------------------------------------------------------

Queridos familiares, a quem deixei de herança
tão imensurável pavor, sinto muito, o estrago já foi feito, só espero que, com o decorrer dos anos, apareça alguma alma piedosa, que descubra a fórmula exata de como afastar as lagartixa e os aparentados da vida dos medrosos
ou, então, recomendo que procurem, imediatamente,
um competente terapeuta, capaz de dar jeito nesse infeliz legado.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui