Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
137 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56727 )
Cartas ( 21128)
Contos (12519)
Cordel (9865)
Crônicas (21898)
Discursos (3121)
Ensaios - (10001)
Erótico (13200)
Frases (41737)
Humor (17749)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137078)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4526)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->A POPULARIDADE DA PRESIDENTA DILMA -- 19/03/2013 - 20:17 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O Brasil não é uma Suécia e está longe dos melhores países para se viver. Temos graves deficiências sanitárias, como água tratada e redes de esgoto por exemplo; a pobreza, apesar da redução drástica nos últimos anos, ainda está presente no dia a dia de muitas famílias; a educação é uma das piores do mundo, apesar dos avanços; a criminalidade e a violência são problemas crônicos na sociedade brasileira; e por fim, afetado pela crise internacional, o país apresenta baixos índices de crescimento. Ainda sim, a popularidade da presidenta Dilma continua a bater recordes. Aliás, é o mais alto índice desde a redemocratização em 1985. Nem mesmo o seu antecessor (Lula) conseguiu tamanha popularidade no primeiro ano de governo. Segundo o IBOPE, a aprovação na forma de governar de Dilma é de 79%. Ou seja: 79% da população brasileira aprova como a presidenta vem conduzindo o país. Não há como negar que, apesar dos problemas em alguns setores, tal aprovação é resultado da percepção de que o país continua avançando em direção a uma nação mais próspera e capaz de oferecer um melhor estilo de vida. Claro que o governo federal tomou medidas que agradam principalmente a maioria da população, a qual está nas classes mais baixas. Tais medidas, como a redução da tarifa de energia elétrica e a desoneração da cesta básica, são bastante populares, mas ainda sim não justifica a alta popularidade da nossa mandatária. O fato de o país não ter sido profundamente afetado pela crise internacional pesou mais nessa popularidade. Por outro lado, alguns índices -- como a taxa de inflação por exemplo -- vêm piorando nos últimos meses e o governo federal terá de tomar medidas impopulares para resolvê-los mais cedo ou mais tarde. Aliás, estes são exatamente o alvo da oposição e daqueles que não se conformam com o PT na condução do país. Mas gostando ou não do governo da presidenta Dilma, é preciso reconhecer que ela vem agradando uma ampla maioria da população brasileira.


ENCONTRE-ME TAMBÉM:
NO ORKUT
NO FACEBOOK
TWITTER
NO MEU BLOG



LEIA OUTROS ARTIGOS DE MINHA AUTORIA:
30 TEXTOS MAIS LIDOS NOS ÚLTIMOS 6 MESES
DE QUEM É A CULPA?
NOVO PAPA:NOSSOS HERMANOS LEVARAM A MELHOR
O MAR DE LAMAS DO PARLAMENTO BRASILEIRO
REPÚDIO AO PASTOR E DEPUTADO MARCO FELICIANO
A MORTE DE HUGO CHÁVEZ
TANCREDO NEVES E HUGO CHAVES
MARINA SILVA E O CAMINHO MAIS FÁCIL
IRÃ, COREIA DO NORTE E A CORRIDA ATÔMICA
RUBENS PAIVA E A FARSA DOS MILITARES
A DOR DE COTOVELO DA OPOSIÇÃO
OBAMA PODE ENTRAR PARA A HISTÓRIA
O QUE ESPERAR DA ECONOMIA EM 2013
UMA AFRONTA À CONSTITUIÇÃO
O PREDOMÍNIO DO MAU GOSTO
O MENSALÃO E O RESULTADO DAS ELEIÇÕES
O AMADURECIMENTO POLÍTICO DO BRASIL
O VERDADEIRO OBJETIVO DO MENSALÃO
LULA CHEFE DO MENSALÃO?
O COMBATE À CORRUPÇÃO
O JULGAMENTO DO MENSALÃO E AS INPLICAÇÕES NO PT
AS ELEIÇÕES E O MENSALÃO
/div>
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui