Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
129 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56114 )
Cartas ( 21113)
Contos (12442)
Cordel (9801)
Crônicas (21705)
Discursos (3120)
Ensaios - (9953)
Erótico (13192)
Frases (41209)
Humor (17642)
Infantil (3599)
Infanto Juvenil (2327)
Letras de Música (5440)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136695)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1047)
Teses / Monologos (2379)
Textos Jurídicos (1914)
Textos Religiosos/Sermões (4462)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Textos_Jurídicos-->Déficit Previdenciário -- 26/04/2018 - 19:51 (wendell M rossit) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
CONCLUSÃO


A previdência chora e sangra.

Ainda que não se possa afirmar o real motivo causador do déficit previdenciário, são inúmeras provas que levam a crer que a autarquia está sendo furtada do “povo pelos criminosos”.

Para exemplificar, nomeio dois tipos de criminosos: os comuns e o público, sendo estes, os “comuns” equivalente ao povo, “cidadão” e os “públicos”, que, gozam de cargos públicos, ou, equiparado a este conforme lei.

Antes de adentra no tipo penal, vale ressaltar que a previdência é uma autarquia, pois se é autarquia, é, do povo, é, soberano.

Os ilícitos criminais praticados contra o sistema previdenciário estão previstos na Lei 9.983/2000 e no Código Penal previstos nos artigos 312 a 327 como crimes “Contra Administração Pública / Funcionais”, conforme já abordado neste artigo.

Nota-se que o principal motivo do déficit previdenciário é causado pelos crimes, ou seja, pelo desvio de dinheiro pertencente a “autarquia previdenciária” que vão parar nas mãos dos criminosos. Vale ressaltar que as autarquias são soberanas, existem independentemente dos seres egoístas e corruptos, é, algo maior, é, do povo.

Mediante a quantidade de crimes cometidos contra as autarquias previdenciárias, esta que agora sangra, corre “perigo” de deixar de ser “palácios santificados, autarquias” e passará a ser “cofre privado” e não autarquias que pertence ao povo.

O povo ficará a mercê de um (sistema particular) dependente de índole do administrador deste, já as autarquias como citado acima, é algo maior, soberano, é, do povo.
Vossos Sistema é perfeito, criado para funcionar como se (relógio) fosse, entretanto, existem seres que estão se enriquecendo ilicitamente pelo sistema, e o método para mascarar os crimes é a “privatização”. Assim o povo permanecerá no seu antro de cegueira (ignorância), enquanto há seres brincando de desdenhar o mundo e o fluxo que seguira toda a nação BRASILEIRA.

Hoje, alguns, se valendo do cargo, ciente de que enquanto as máquinas sustentadoras ($) estiverem a poder Estatal, a corrupção vai ficar à mercê deste, correndo o risco de ser “vista e o sistema desmascarado”.



Autor: Wendell Moreno Rossit
Professor: Carlos Gouveia
Faculdade: Legale-Pós-Graduação Previdenciário
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 0Exibido 62 vezesFale com o autor