Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
70 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56447 )
Cartas ( 21157)
Contos (12576)
Cordel (9976)
Crônicas (22085)
Discursos (3130)
Ensaios - (8876)
Erótico (13329)
Frases (42880)
Humor (18231)
Infantil (3703)
Infanto Juvenil (2520)
Letras de Música (5461)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137737)
Redação (2907)
Roteiro de Filme ou Novela (1051)
Teses / Monologos (2385)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4615)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->DESTINO DE AMOR -- 30/03/2003 - 10:14 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos






DESTINO DE AMOR

Jan Muá



29 de março de 2003







É tua voz a que se levanta no alto da montanha

E se dirige a mim

Narrando tua origem

Teu clã e tua tribo



É tua voz a que eu ouço chamando pelo meu nome

A que proclama em bom som que eu sou teu

Desde que me adivinhaste na alvorada dos tempos

E me escolheste na clandestinidade dos horizontes



É tua voz a que eu ouço quando narras tuas memórias

De que faço parte desde a primeira manhã de vida

Muito antes de os tempos acordarem

Para a epopéia da história



É tua voz, sim, a que me toca

Na música de que gosto

E me enleva nas letras

Do poema que componho



É tua voz a que te atravessa os lábios

E me seduz o tímpano rumo aos meus olhos

Aos meus braços e aos meus lábios

Na infinita procura da festa do eterno encontro

Que o destino nos programou!





Jan Muá

29 de março de 2003

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 73Exibido 737 vezesFale com o autor