Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
87 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55060 )
Cartas ( 21063)
Contos (12134)
Cordel (9568)
Crônicas (21229)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13135)
Frases (39988)
Humor (17551)
Infantil (3562)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135730)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4205)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->REFLEXÃO FINAL (O GATO FANFARRÃO E OUTRAS CRÔNICAS) -- 19/10/2002 - 07:19 (wladimir olivier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
WLADIMIR OLIVIER

Notável este sistema de comunicação mediúnica! Tivéssemos mais brilho e nossas composições alcançariam todos os intelectos, com as palavras mais adequadas para a percepção pelos mortais dos pensamentos que nos levam a tentar contagiar-lhes a alma.

Fizemo-lo, sim, em quarenta mensagens cheias de otimismo e esperança. Talvez tenhamos demonstrado, aqui e ali, muita fraqueza e influxos do mal arraigado nas consciências. Todavia, temos por obrigação manifestar o nosso contentamento por tornar aparente o que em nossas discussões dispúnhamos como defeitos a serem vencidos.

Esta tendência ao realismo psíquico é a recomendação mais forte dos mentores da “Escolinha de Evangelização”. Queremos atingir a inteligência e a sensibilidade de pessoas falíveis, indicando-lhes possíveis caminhos de superação dos vícios e maus procedimentos. Por isso, não nos atrevemos a exaltar a perfeição. Ao contrário, limitamo-nos a exaltá-la em Jesus, na trilha dos amigos espirituais de Kardec, para que não nos impinjamos como seres superiormente dotados.

Estamos aprendendo a dominar os impulsos que visem a prejudicar a quem quer que seja, e isto nos tem ajudado a sentir o quanto de sofrimento causamos no passado e a pressentir o quanto devemos aperfeiçoar-nos até merecermos subir mais um patamar evolutivo. Trata-se de humildade buscada e pleiteada; e também exposta com toda a lealdade que nos é possível.

A todo o momento estamos recebendo parceiros de vida, que nos chegam temerosos dos açoites da consciência. Desde que tenham entendido que deverão melhorar, perdoando e auxiliando a todos, sem restrição de qualquer natureza, são logo admitidos nos cursos de evangelização, o bê-á-bá da doutrina dos espíritos.

É assim que recomendamos que os amigos leitores cheguem a este lado, ou seja, cheios de confiança de que serão bem recebidos e encaminhados aos setores em que se sentirão mais confortáveis, dentro dos parâmetros de seus próprios méritos. E não somos nós que estabelecemos os roteiros de suas atividades, senão que vocês próprios se capacitam a escolher os rumos em que se tornarão menos infelizes, para maior produtividade dos esforços.

Não estamos querendo transformar esta derradeira exposição em aula de bons princípios. Estes estão por demais divulgados em todos os veículos de comunicação do movimento espírita. Estamos desejosos de enfeixar as vibrações de amor em harmonia com as expectativas dos encarnados que buscam lenitivo para os sofrimentos, em livros de apoio espiritual. Se conseguirmos este simples mas dificílimo objetivo, ficaremos exultantes e todas as nossas preces se voltarão para a exaltação da benignidade do Criador e para agradecer-lhe efusivamente tão generosa dádiva.

Abramos os nossos corações para recebermos em graça as bênçãos do Senhor! Assim seja!

Mário.


Indaiatuba, de 10.01 a 12.03.02.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui