Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
49 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54470 )
Cartas ( 21032)
Contos (11992)
Cordel (9378)
Crônicas (20889)
Discursos (3100)
Ensaios - (9875)
Erótico (13091)
Frases (39515)
Humor (17516)
Infantil (3551)
Infanto Juvenil (2304)
Letras de Música (5407)
Peça de Teatro (1308)
Poesias (135147)
Redação (2861)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2368)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4105)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Letras_de_Música-->Como Um Rio No Estio -- 17/09/2010 - 11:48 (Lita Moniz) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Como um Rio no Estio

Como um rio no estio, quando a água
não é tanta.

Vou indo bem devagar pelo tempo
a passear.

E os sonhos, porque sempre é tempo
de sonhar, agora vão devagar.

Acordar ficou melhor, é tempo de saborear
cada pedaço do dia que nos veio visitar.

Ir e vir sem correria, o relógio, coitado!
a um canto encostado.

Esse sim, está mesmo aposentado.
A pressa em que vivia entrou noutra sintonia.

Devagar, com tempo para pensar , o que
significa viver e o que ando a procurar.

Agora sei quem sou.
O tempo me ensinou.

Contas do mesmo rosário a vagar pelo infinito.
Antes e depois, lá dentro e cá fora.

É tudo a mesma história.

Lita Moniz





Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 5Exibido 373 vezesFale com o autor