Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
56 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56824 )
Cartas ( 21161)
Contos (12583)
Cordel (10010)
Crônicas (22151)
Discursos (3132)
Ensaios - (8953)
Erótico (13387)
Frases (43341)
Humor (18382)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138023)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4765)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->AS MUDANÇAS NA EDUCAÇÃO EM S. PAULO -- 02/11/2015 - 17:23 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Pela primeira vez na história deste país um governo fecha escolas com a desculpa de que está reorganizado o ensino público de forma que os alunos sejam reagrupados em ciclos, separando os alunos em três ciclos (primeiro ciclo: 1º ao 5º ano, segundo ciclo: 6º ao 9° ano, e terceiro ciclo: ensino médio) para que cada ciclo fique separado do outro, diferentemente do que é hoje, onde estudam todos juntos a mesma escola. A proposta de reorganização em si não é ruim e pode até trazer benefícios aos alunos, já que se pode adequar melhor a escola para fornecer uma infraestrutura e material pedagógico adequado aos alunos daquele ciclo. Aliás, não é bom esquecer que essa separação é comum em muitos países desenvolvidos. E é usando esse argumento que o governo paulista promove essa mudança. Mas a questão não é nem essa, até porque toda mudança que contribui para a melhoria do ensino público e um melhor nível de aprendizado dos alunos é bem vinda. O problema está, de um lado, na forma autoritária e unilateral com que essa mudança foi imposta à população de São Paulo. Não foi feito um debate com a sociedade, envolvendo os pais, os alunos, os professores e todos aqueles diretamente envolvidos na questão. Da mesma forma não se deu chance aos maiores afetados, os pais de alunos, de discutir as mudanças e propor alternativas ou melhorias no projeto, pois não há dúvida de que muitos alunos serão prejudicados com essa mudança. Tem-se a impressão de que o governo paulista agiu como se ainda estivéssemos no Regime Militar, onde o governo impunha as suas vontades e ponto final. Há ainda o mais grave de tudo: o fechamento de noventa e quatro escolas em todo o Estado. Isso, mesmo! 94 escolhas. Num estado com um dos piores índices de educação do país, fechar escolas é de uma irresponsabilidade sem tamanho. Dir-se-ia inclusive demonstrar um profundo desprezo à educação e à população mais pobre. A alegação de que o número de matriculas escolares caiu drasticamente nos últimos anos não se justifica, porque durante décadas as salas de aulas sempre foram superlotadas, o que contribuiu para a péssima qualidade da educação. E foi justamente essa péssima qualidade que fez com que muitos pais, com a melhora da economia brasileira, tirassem seus filhos da escola pública e os colocassem numa escola privada, arcando-lhes com a educação, quando isso deveria ser função do estado. Mas já que houve um decréscimo no número de alunos, o mais correto seria por menos alunos por sala de aula, o que melhoraria o aprendizado. E há um agravante que não foi levado em conta: o país passa por uma grave crise econômica, a qual deve perdurar por um bom tempo e a qual certamente fará com que muitos alunos, por seus pais não terem condições de bancar as altas mensalidades cobrados no ensino privado, migrem para a escola pública. Onde serão colocados esses alunos? Em classes superlotadas? Certamente. E quem sai perdendo mais uma vez? Todos. Os alunos, os pais e principalmente o país que continua com um dos piores índices de educação do Planeta. Mais uma vez o Brasil, o tão falado país do futuro, dá um passo para trás e vê esse sonho, tantas vezes adiado, adiado mais uma vez.





ENCONTRE-ME TAMBÉM:

NO RECANTO DAS LETRAS


NO FACEBOOK

TWITTER

NO MEU BLOG







LEIA OUTROS ARTIGOS DE MINHA AUTORIA:

A REVOGAÇÃO DO ESTATUTO DO DESARMAMENTO

EDUARDO CUNHA E O TITANIC

O PMDB E A ATUAL CRISE

O REBAIXAMENTO DA NOTA DO BRASIL

A EUROPA É CULPADA DISSO:

O PIOR JÁ PODE TER PASSADO

A PRISÃO DE DIRCEU E A CRISE NO GOVERNO

A SITUAÇÃO DE EDUARDO CUNHA SE COMPLICA

QUEREM CULPAR O PT POR TUDO

AS SEMENTES DO ESTADO ISLÂMICO

A CORRUPÇÃO E A DIVISÃO DO PAÍS

OS ATAQUES TERRORISTAS NA FRANÇA

A DESRAZÃO DOS DERROTADOS

O JOGO DE CENA ENTRE O OCIDENTE E A RÚSSIA

MARCHA DA FAMÍLIA: UM DESVARIO

O SILÊNCIO DO BRASIL NA CRISE UCRANIANA

A VENEZUELA À BEIRA DE UM CAOS

OS TEMPOS SÃO OUTROS

MINISTRO ADMITE NOVOS APAGÕES

O QUE HÁ POR TRÁS DA RENÚNCIA DE AZEREDO

O PERIGOSO CAMINHO TRILHADO PELA VENEZUELA

A BÉGICA E A EUTANÁSIA

VEM AÍ MAIS APAGÕES

SOBRE AS DOAÇÕES A GENOÍNO E DELÚBIO

OS INVESTIMENTOS BRASILEIROS EM CUBA

O JOGO POLÍTICO PARA AS ELEIÇÕES COMEÇOU

OS ROLEZINHOS NOS SHOPPING CENTERS

OS HORRORES NO PRESÍDIO DE PEDRINHAS





NÃO DEIXE DE LER: 30 TEXTOS MAIS LIDOS DA USINA NOS ÚLTIMOS 6 MESES
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui