Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
66 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56828 )
Cartas ( 21161)
Contos (12584)
Cordel (10012)
Crônicas (22151)
Discursos (3132)
Ensaios - (8955)
Erótico (13388)
Frases (43349)
Humor (18383)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138025)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4767)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->A VOLTA POR CIMA -- 11/11/2015 - 23:43 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Parece que o governo Dilma vai sobreviver a tentativa da oposição e de parte da sociedade de tirá-la a qualquer custo do poder. A tentativa de impugnar sua candidatura não deu certo e já nem se cogita mais essa possibilidade. É caso encerrado. Da mesma mesma forma os protestos de rua que assolaram o país nos oito primeiros meses do ano começou a perder forças nos últimos meses e o movimento já não conta com o mesmo apoio. A Câmara dos Deputados, a qual vinha impondo sucessivas e humilhantes derrotas ao Governo Federal, resolveu dar uma trégua. Pelo jeito a última reforma ministerial promovida pela presidenta conseguiu, se não de todo pelo menos em parte, reagrupar a base aliada, permitindo a votação e aprovação de alguns dos importantes projetos para o reequilíbrio das contas públicas. O último ato a mostrar o enfraquecimento dos movimentos contrários ao governo foi a greve do caminhoneiros, que prometia parar o Brasil e só encerrar a greve após a queda de Dilma. Pois o movimento ficou muito aquém do esperado e já no segundo dia de paralisação muitos caminhoneiros haviam abandonado o protesto. A reação do governo foi importante para o fracasso do movimento. Gostemos ou não do governo Dilma, é preciso reconhecer que ele vem se recuperando da fragilidade demonstrada nos primeiros meses. É claro que o país está numa situação difícil e numa grave crise. E boa parte da culpa é desse governo. Quanto a isso não há a menor dúvida. No entanto, o fato de não haver uma única prova contra a presidenta no escândalo de corrupção na Petrobras passou a percepção de que Dilma não faz parte dessa quadrilha, o que pode ter lhe favorecido. Ainda mais que o Presidente da Câmara e seu desafeto está atolado até o pescoço nesse esquema. É preciso reconhecer que ela está muito aquém do que se espera de um presidente do Brasil, mas já que ela foi eleita e é a presidente de fato, então que cumpra o seu dever. Essa posição inclusive é a da maioria do empresariado, maioria essa que concorda que uma troca de comando no país agora só geraria mais instabilidade e aprofundaria a crise. Essa sensação de que o pior já passou também se reflete no mercado financeiro, onde a bolsa de valores vem tendo ganhos nas últimas semanas enquanto o dólar, depois de passar de R$ 4,00, estabilizou-se em torno de R$ 3,75. Ainda é cedo para dizer que Dilma terminará o seu mandato, mas, contrariando a previsão de muita gente que dizia que ela cairia em poucos meses, ela vai terminar o seu primeiro ano do segundo mandato. E levando em conta que um processo contra ela só seria aberto no próximo ano, após o recesso parlamentar, até lá ela pode dar a volta por cima, principalmente se houver uma melhora da economia. Mas como neste país tudo é imprevisível, então só nos resta aguardar.





ENCONTRE-ME TAMBÉM:

NO RECANTO DAS LETRAS


NO FACEBOOK

TWITTER

NO MEU BLOG







LEIA OUTROS ARTIGOS DE MINHA AUTORIA:

NA MAIOR CARA DE PAU

AS MUDANÇAS NAS ESCOLAS EM S. PAULO

A REVOGAÇÃO DO ESTATUTO DO DESARMAMENTO

EDUARDO CUNHA E O TITANIC

O PMDB E A ATUAL CRISE

O REBAIXAMENTO DA NOTA DO BRASIL

A EUROPA É CULPADA DISSO:

O PIOR JÁ PODE TER PASSADO

A PRISÃO DE DIRCEU E A CRISE NO GOVERNO

A SITUAÇÃO DE EDUARDO CUNHA SE COMPLICA

QUEREM CULPAR O PT POR TUDO

AS SEMENTES DO ESTADO ISLÂMICO

A CORRUPÇÃO E A DIVISÃO DO PAÍS

OS ATAQUES TERRORISTAS NA FRANÇA

A DESRAZÃO DOS DERROTADOS

O JOGO DE CENA ENTRE O OCIDENTE E A RÚSSIA

MARCHA DA FAMÍLIA: UM DESVARIO

O SILÊNCIO DO BRASIL NA CRISE UCRANIANA

A VENEZUELA À BEIRA DE UM CAOS

OS TEMPOS SÃO OUTROS

MINISTRO ADMITE NOVOS APAGÕES

O QUE HÁ POR TRÁS DA RENÚNCIA DE AZEREDO

O PERIGOSO CAMINHO TRILHADO PELA VENEZUELA

A BÉGICA E A EUTANÁSIA

VEM AÍ MAIS APAGÕES

SOBRE AS DOAÇÕES A GENOÍNO E DELÚBIO

OS INVESTIMENTOS BRASILEIROS EM CUBA

O JOGO POLÍTICO PARA AS ELEIÇÕES COMEÇOU





NÃO DEIXE DE LER: 30 TEXTOS MAIS LIDOS DA USINA NOS ÚLTIMOS 6 MESES
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui