Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
56 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56828 )
Cartas ( 21161)
Contos (12584)
Cordel (10012)
Crônicas (22151)
Discursos (3132)
Ensaios - (8955)
Erótico (13388)
Frases (43349)
Humor (18383)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138025)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4767)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->AS MANIFESTAÇÕES CONTRA O IMPEACHMENT -- 18/12/2015 - 09:58 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


As manifestações contra o impeachment ocorridas três dias depois das manifestações a favor do processo de cassação do mandato da presidenta Dilma mostram que, diferentemente do que ocorreu com os protestos que culminou com o impeachment de Collor em 1992, não há um consenso na sociedade a favor da destituição da Dilma; pelo contrário, há sim uma grande divisão na sociedade, onde a classe média e os mais ricos querem o seu afastamento e os mais pobres são contrários, embora tanto de um lado como de outro haja uma minoria duma classe e outra. Aliás, a polarização não é muito diferente daquela vista na última eleição, onde os apoiadores do candidato derrotado querem dar o troco, destituindo da presidenta. Diferentemente do que ocorreu ao longo do ano, onde os protestos contra a corrupção e a favor do impeachment reuniam milhares de pessoas, os do último fim de semana foram o completo fracasso. Por outro lado, os protestos contrários ao impeachment foram maiores, reuniram milhares de pessoas, mostrando que há muito mais gente disposta a defender a legitimidade da presidenta do que favorável a perda de mandato. Claro que muitos do que saíram às ruas para defendê-la o fez pela legalidade, em defesa de democracia e da legitimidade embora sejam críticos à forma como ela vem conduzindo o país, o que são duas coisas completamente diferentes. A legalidade e legitimidade de um governo democraticamente eleito pela maioria da população independe de quão bom ou ruim está sendo esse governo. Embora há quem diga que o processo de impeachment possa ser usado da mesma forma que o voto de confiança tem no sistema parlamentarista, isso não é verdade; pois o impeachment exige um crime de responsabilidade. Assim, o impeachment não pode ser usado como desculpa para tirar do poder um presidente com dificuldades de governar, com baixos índices de popularidade e que parece não saber o que fazer por o país nos trilhos. Por isso não há dúvida de que o número bem maior de pessoas nas manifestações contra o impeachment não é em apoio ao governo, apesar de muitos o apoiarem, mas sim contra aquilo que chamam de “golpe da oposição”, o que não deixa também de ser um exagero, já que o processo de impeachment é previsto em lei e portanto legitimo, mas desde que o presidente tenha de fato cometido algum crime, como realmente ocorreu com o ex-presidente Collor, cujo processo só foi aberto depois que uma CPI encontrou provas que o ligava à vários casos de corrupção. No caso da presidenta Dilma, não há ainda provas conclusivas de que ela tenha cometido algum crime, daí a fragilidade desse processo.




ENCONTRE-ME TAMBÉM:

NO RECANTO DAS LETRAS


NO FACEBOOK

TWITTER

NO MEU BLOG







LEIA OUTROS ARTIGOS DE MINHA AUTORIA:

POR QUE AS PESSOAS NÃO FORAM ÀS RUAS A FAVOR DO IMPEACHEMENT

A VERDADEIRA RAZÃO DO IMPEACHMENT DA DILMA

O QUE OS NÚMEROS DO DATAFOLHA MOSTRAM

A PRISÃO DO DELCÍDIO DO AMARAL

EDUARDO CUNHA É A BOLA DA VEZ

PARIS: ÓDIO À LIBERDADE E À DEMOCRACIA

A VOLTA POR CIMA

NA MAIOR CARA DE PAU

AS MUDANÇAS NAS ESCOLAS EM S. PAULO

A REVOGAÇÃO DO ESTATUTO DO DESARMAMENTO

EDUARDO CUNHA E O TITANIC

O PMDB E A ATUAL CRISE

O REBAIXAMENTO DA NOTA DO BRASIL

A EUROPA É CULPADA DISSO:

O PIOR JÁ PODE TER PASSADO

A PRISÃO DE DIRCEU E A CRISE NO GOVERNO

A SITUAÇÃO DE EDUARDO CUNHA SE COMPLICA

QUEREM CULPAR O PT POR TUDO

AS SEMENTES DO ESTADO ISLÂMICO

A CORRUPÇÃO E A DIVISÃO DO PAÍS

OS ATAQUES TERRORISTAS NA FRANÇA

A DESRAZÃO DOS DERROTADOS

O JOGO DE CENA ENTRE O OCIDENTE E A RÚSSIA

MARCHA DA FAMÍLIA: UM DESVARIO

O SILÊNCIO DO BRASIL NA CRISE UCRANIANA

A VENEZUELA À BEIRA DE UM CAOS

OS TEMPOS SÃO OUTROS

MINISTRO ADMITE NOVOS APAGÕES





NÃO DEIXE DE LER: 30 TEXTOS MAIS LIDOS DA USINA NOS ÚLTIMOS 6 MESES
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui