Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
134 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56251 )
Cartas ( 21113)
Contos (12464)
Cordel (9813)
Crônicas (21742)
Discursos (3121)
Ensaios - (9964)
Erótico (13194)
Frases (41309)
Humor (17660)
Infantil (3600)
Infanto Juvenil (2327)
Letras de Música (5443)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136781)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2379)
Textos Jurídicos (1916)
Textos Religiosos/Sermões (4468)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Mais um pai matou a própria família -- 29/08/2016 - 16:13 ( Andre Luis Aquino) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/08/familia-e-encontrada-morta-em-condominio-na-barra-no-rio.html

Vivemos num país tão desorganizado, bagunçado e desestruturado que quem tem meios financeiros de construir fortificações para se proteger dessa selvageria, da barbárie e do salve-se-quem-puder que nos rodeia, o faz com todas suas forças. Ocorre que toda essa desordem nos sitiam, nos cercam e nos encurralam. Vivemos com medo, pavor e com pânico, mas fingimos que não. Em parte, uma negação necessária já que se amedrontar seria como entregar os pontos. Mas que por outro lado também representa uma alienação da real situação em que nos encontramos.
Não me sinto em posição de julgar ninguém, mas penso que o que representa um pai matar toda sua família por questões financeiras, por não ver saída e nem perspectivas numa vida sem recursos, e preferir ver todos mortos a ter que vê-los enfrentar o SUS, a morar num bairro sem segurança, a estudar em escola pública e a ter que trabalhar num subemprego que não está à altura de sua formação, é que quem está falido não é somente ele, mas a sociedade que construímos.
A vida das massas brasileiras, aos olhos de quem vive nessas fortificações sitiadas, é tão desgraçada, sinistra e trágica, que o simples fato de imaginar fazer parte dela leva os mais fracos, imbecis e covardes a atos hediondos, tristes e chocantes como esse.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui