Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
83 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55065 )
Cartas ( 21063)
Contos (12134)
Cordel (9570)
Crônicas (21231)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13137)
Frases (39994)
Humor (17551)
Infantil (3565)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135739)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4207)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->EU ESCOLHO SER FELIZ -- 25/11/2016 - 14:55 (valentina fraga) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Catarina era minha amiga desde muito tempo, e a tônica de nossas conversas em nossos encontros era nossa vida comum. Nossas vidas, de certa forma, eram bem parecidas. Mesma formação familiar, mesmas indecisões, mesmos problemas de trabalho, enfim, tudo muito parecido, a não ser pela visão com a qual encarávamos essas situações.

É claro que tínhamos nossas reservas, nossos segredos que de tão particulares, só interessava a cada uma de nós separadamente.

Minha visão sempre foi positiva, e meu sorriso sempre foi estampado, coisa desde criança. Como se diz hoje em dia, vivia a vida, de boas, em paz comigo e com os outros. Não quer dizer que sou uma pamonha, quer dizer simplesmente que não valorizo coisas pequenas, ou pequenos problemas.

O fato de minha mãe não ter dinheiro para me comprar presentes, ou não me levar ao mercado para fazer compras porque não tinha dinheiro para comprar iogurtes ou biscoitos, nunca me incomodou. O fato de ganhar roupas apenas no final de ano, ou sapatos novos, nunca fez diferença. Sempre achei que minha vida era a melhor vida do mundo. Ajudar minha mãe em seu trabalho, ou estudar em escola pública nunca foi o final do mundo. O que eu queria mesmo era assobiar e brincar, era tirar sarro de tudo, mesmo em meio às dificuldades. Não me importava ver a casa do meu tio ricamente mobiliada, e na minha quitinete ter meia dúzia de móveis.

Ao contrário de minha amiga, que até os dias de hoje, carregava o ranço da vida difícil, chorava mágoas do passado, mesmo com a situação confortável que vivia atualmente. Mesmo sendo agraciada com uma família legal, um trabalho bom, carro na garagem, casa própria, e tudo que sempre quis na vida. Sempre que podia, remoía o passado, como uma velha coroca que reclama o tempo todo.

Sempre que a confortava em seus dias de mazela, onde desfiava um rosário de lamentações, eu repetia:

- Minha amiga, você tem a escolha. Não sofra por um passado que simplesmente passou, não chore mágoas que isso fará mal ao seu coração.

Não carregue amarguras desnecessárias, não sofra por amores mal resolvidos, não reclame da sorte que tem. A escolha está em suas mãos. Ser feliz é uma questão de escolha.

Sorria mais, brinque mais, ame mais, dispense amor a quem vale a pena, não brigue por coisas pequenas. Se tiver que brigar, brigue por coisas grandiosas, momentos mágicos, que trarão sorriso ao seu rosto e ao seu coração o resto de sua vida.

É claro que naquele momento, ela se mostrava aliviada, e até feliz, mas,

não durava muito tempo.

Volta e meia, me procurava para conversarmos novamente, e eu, incansável, e com uma missão de ser feliz nesse mundo, sempre botava a bola da figurinha pro alto. E até por isso eu me sentia feliz, porque via em seu rosto, uma pontinha de esperança de encontrar a felicidade que estava escondida dentro do seu coração.

A vida é feita de escolhas. Preciso saber escolher se vou querer me sentir triste, ou se vou ser feliz, e eu, sempre vou escolher ser feliz.


Comentários

George  - 27/11/2016

a poesia nos da alegria mele da sobro para felidade.

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui