Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
31 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55060 )
Cartas ( 21063)
Contos (12134)
Cordel (9568)
Crônicas (21229)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13135)
Frases (39988)
Humor (17551)
Infantil (3562)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135730)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4205)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->VENDA, A ARTE DE ENCANTAR -- 17/01/2017 - 16:52 (valentina fraga) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
CERTO DIA, RESOLVI CONTRATAR UMA VENDEDORA RECÉM CHEGADA DO INTERIOR DO ESTADO. VEIO MORAR COM A FAMÍLIA, POIS EM SUA TERRA NATAL, JÁ ESTAVA SÓ NO MUNDO, E PARENTES MAIS CHEGADOS, JÁ HAVIAM MIGRADO PARA O RJ.
VEIO COM O INTUITO DE ESTUDAR DIREITO E SE TORNAR UMA GRANDE ADVOGADA, OU QUEM SABE JUÍZA.
DECIDI COLOCA-LA NA ÁREA DE VENDAS, E MESMO SABENDO DE SUA INIBIÇÃO, FIZ QUESTÃO DE COLOCAR EM PRÁTICA, TODAS AS PALESTRAS QUE MINISTREI DURANTE OS ANOS DE GERÊNCIA EM UMA GRANDE INSTITUIÇÃO.
AQUELE SERIA UM GRANDE DESAFIO, POIS, NÃO SE TRATAVA DE TIRAR VÍCIOS DE VENDEDORES TARIMBADOS, MAS, DE ENSINAR A ENGATINHAR NO UNIVERSO DAS VENDAS.
O MUNDO, NÃO HAVIA SIDO MOSTRADO NO TODO PARA A PEQUENA. EXISTIA MUITO PRA ELA APRENDER, E MUITO MAIS PARA EU ENSINAR.
INICIEI MEU DISCURSO PELA MÁXIMA QUE SEMPRE ENSINEI POR AÍ. VENDA É A ARTE DE ENCANTAR, E PERDIDA EM MEUS DELÍRIOS DOS TEMPOS DE INSTITUIÇÃO GRANDE, DESLIZEI NUM DISCURSO PROFUNDO SOBRE VENDAS, SOBRE TANGÍVEIS E INTANGÍVEIS, SOBRE A ARTE DE ENCANTAR OS CLIENTE, SOBRE A NECESSIDADE DE OUVI-LOS, SOBRE MINHAS HABILIDADES, E TUDO MAIS.
ENQUANTO FALAVA, QUASE SEM RESPIRAR, TOTALMENTE TOMADA PELA ARTE DE ME VENDER, ELA ME OLHAVA COM OLHOS ESBUGALHADOS.
QUASE UMA HORA, DEPOIS DE TANTO FALAR, EU PERGUNTEI: - E ENTÃO, DEU PRA ENTENDER?
ESCUTEI O SEGUINTE: - DEU, MAS EU ACHO QUE NÃO TENHO MUITO JEITO COM CLIENTE.
É CLARO, QUE EU QUASE TIVE UM TRECO.
- COMO ASSIM?
- NÃO SEI, ACHO QUE É MUITO CHATO FICAR ATENDENDO O CLIENTE.
SURTEI. DEFINITIVAMENTE GASTEI VELA...
ENTÃO FUI LÁ ATRÁS, PEGUEI A INFORMAÇÃO DELA E FALEI.
- COMO ASSIM? VOCÊ NÃO QUER SER ADVOGADA?
- É, MAS SÓ VOU TER QUE FAZER A PETIÇÃO E ENTRAR NA JUSTIÇA.
- OK. MAS ANTES DISSO, VOCÊ TERÁ QUE VENDER SUA EFICIÊNCIA, SUA HONESTIDADE, E A CERTEZA DO SUCESSO DA CAUSA, PARA O SEU SEU CLIENTE. NO FINAL DAS CONTAS, VOCÊ VAI TER QUE SE VENDER. NÃO SE TRATA DE VENDER UM ARTIGO QUALQUER, É MAIS DIFÍCIL AINDA, É O INTANGÍVEL, É A PROMESSA, É A POSSIBILIDADE DE SUCESSO.
- ENTENDI.
ESSA FOI A RESPOSTA.
DEPOIS DESSE PAPO, SAÍ DALI FRUSTRADA. AQUELA MENINA, COM CERTEZA, NÃO SERIA UMA BOA VENDEDORA.
O FATO, É QUE, TANGÍVEL OU INTANGÍVEL, VENDER É, E SEMPRE SERÁ, A ARTE DE ENCANTAR, NO TODO, NA APRESENTAÇÃO, NO ACOMPANHAMENTO, NA ENTREGA. EM TUDO TEM DE HAVER ENCANTAMENTO. TRABALHAR APENAS UM PILAR DESSE PROCESSO É INÚTIL. A EXCELÊNCIA ESTÁ NO ENCANTAMENTO, DO COMEÇO AO FIM.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui