Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
80 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55059 )
Cartas ( 21063)
Contos (12133)
Cordel (9565)
Crônicas (21228)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13135)
Frases (39984)
Humor (17551)
Infantil (3562)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135729)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4205)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->O Famoso Ator da Globo e o Assédio -- 07/04/2017 - 20:07 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O Famoso Ator da Globo e o Assédio
Dias atrás um famoso ator de TV constrangeu uma figurinista passando a mão em seu corpo. Por isto ela se queixou aos seus superiores e o artista foi suspenso. Isto gerou vários comentários nas redes sociais. Porém o que me espantou foi o fato de várias pessoas defenderem o artista e chamarem a vítima de oportunista. Agora me pergunto:
- Se as mães, filhas ou irmãs, destes homens que defenderam a atitude cafajeste do ator, fossem assediadas por ele?
- Será que, mesmo assim, eles criticariam a vítima?
Ora, ser assediada no local de trabalho é desagradável e triste. Pois já passei por isto. Em 2003 trabalhei numa loja de sapatos onde um colega não parava de me assediar. O tal homem fazia piadas inibidoras, em voz alta, quando eu atendia os clientes. Um dia eu estava no estoque agachada procurando um sapato. Quando, de repente sem eu perceber, o mesmo homem colocou uma caneta na minha parte traseira. Então gritei com um misto de humilhação e terror. Naquele mesmo instante comentei sobre a situação com a gerente, que já tinha chamado à atenção do funcionário que me assediava. Aquela senhora me aconselhou a dar tapas na cara do rapaz, caso ele fizesse algo parecido mais uma vez. Pois ele, também, já inibiu outras vendedoras que já tinham trabalhado naquele estabelecimento.
Os seres humanos precisam respeitar uns aos outros. Por isto sou a favor que a ética, a empatia e o respeito sejam ensinados nas escolas, nas famílias e nos núcleos religiosos.
Luciana do Rocio Mallon
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui