Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
65 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54746 )
Cartas ( 21052)
Contos (12072)
Cordel (9445)
Crônicas (21020)
Discursos (3104)
Ensaios - (9890)
Erótico (13109)
Frases (39743)
Humor (17539)
Infantil (3557)
Infanto Juvenil (2306)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135412)
Redação (2863)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4160)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Não Tenha Medo de Passar a Energia(Corrigida) -- 10/04/2017 - 21:17 (Luciana do Rocio Mallon) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Não Tenha Medo de Passar a Energia de Suas Mãos Em Quem Está Com Raiva, Pois Esta é a Pessoa Que Mais Precisa de Sua Ajuda
Meu nome é Luciana do Rocio Mallon, pesquiso Lendas, Folclore e Misticismo. Desde criança acredito na força da amenização das doenças através das mãos.
Em 1987, ainda na adolescência, tive contato com uma vizinha que me explicou uma forma simples de passar a energia das nossas mãos para outra criatura. Ela disse que, para isto, é importante que a pessoa, que pretende trabalhar a energia, esteja calma e tenha muita vontade de ajudar o próximo. Depois, ainda segundo esta vizinha, ela precisa sentar o paciente, ir até as suas costas, esfregar uma mão com a outra e posta-las em cima da cabeça do paciente. Porém um conselho me assustou:
- Nunca passe energia para alguém com raiva!
Mas, pensei:
- Porém, não são as pessoas nervosas que mais precisam de energia?
No dia seguinte avistei na quadra em que morava, uma idosa, aparentemente, bêbada que gritava:
- O mundo é um Inferno!
- Todos deveriam morrer!
Então perguntei:
- Por que a senhora está triste?
Deste jeito, ela me respondeu com um palavrão.
Mas eu não me intimidei e fiz energização com as mãos nesta anciã. Aos poucos notei que ela foi se acalmando, fechou os olhos um pouco e saiu devagar para fazer o seu caminho.
Depois descobri que os místicos aconselham a não passar a energia com as mãos em uma criatura com raiva. Pois existe a crença que a vibração ruim do paciente pode ir até o ser que está tentando realizar a cura. Porém depois de tantas experiências fazendo este tipo de atividade voluntariamente, notei que as pessoas nervosas são as que mais precisam deste tipo de auxílio e é gratificante ajudar alguém que está com ódio. Pois é uma forma de acalmar o coração desta criatura. Afinal ajudando quem mais precisa, a energia negativa se torna amor e só auxilia o voluntário espiritualmente. Nunca me senti mal após passar a energia, com as mãos, para alguém com ódio. Pelo contrário, isto só me trouxe experiências excelentes.
Luciana do Rocio Mallon



Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui