Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
120 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56608 )
Cartas ( 21127)
Contos (12502)
Cordel (9854)
Crônicas (21850)
Discursos (3121)
Ensaios - (9995)
Erótico (13199)
Frases (41606)
Humor (17732)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2329)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137008)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4497)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->O côco do ano novo -- 01/01/2018 - 13:15 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Primeiro dia do ano e Padre Bidião foi cumprir o ritual de iniciação para começar o ano novo descarregado de toda a negatividade. Após o mergulho e sob o forte sol, bateu de cara uma sede para contrapor o sal que impregnou o corpo. Avistou um vendedor de água de côco e não se conteve. Acelerou os passos em direção ao quiosque e foi logo solicitando a bebida in natura saudável. Ficou degustando a água de côco a cada aspirada no canudo e sentiu um imenso bem estar, pois não há bebida melhor para aliviar esse calor nordestino. Ao terminar, veio então o primeiro susto do ano novo: a água de coco que custava R$ 2,00, passou para R$ 4,00. O efeito benéfico da hidratação pelo côco foi logo substituído por uma indignação Bidiônica com os produtores da fruta que dá o ano todo no Nordeste, pois não há variação devido a fatores sazonais. O monje bidiônico irritou-se profundamente não com o vendedor, mas com os marechais do côco que só visam lucro injustificável por conta da alta estação. Pagou pela bebida(a contragosto) e saiu pela rua em direção ao Mosteiro para meditar e se livrar da indignação que tomava conta do seu sentimento naquele momento. Por ser o primeiro dia do ano, ainda iria elaborar a homilia da confraternização mundial e já tinha em mente o tema: o côco nosso de cada dia.


Vai a paz com o seu côco!


Palavra da salvação Bidiônica!
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui